NOTÍCIAS

ESTÁ DISPONÍVEL, MAS ESTÁ DISPOSTO?

SILVIO MENDES GARANTE QUE SIM! NA PRIMEIRA PARTE DESSA ENTREVISTA, EX-PREFEITO DE TERESINA FALA DAS CONTAS QUE O PT BOTOU PRO POVO PAGAR

01/09/2021 17:09

Em 2010, Silvio Mendes (PSDB) deixou a gestão da Prefeitura de Teresina para disputar o Governo do Estado. Diz que fez isso porque entendia que, já naquele tempo, a gestão do Estado não ajudava o Piauí, logo, também não servia para a capital. Mas o esquema que governava o Piauí naquele tempo e que já tinha vencido duas eleições com o petista Wellington Dias, ganhou aquela com Wilson Martins (PSB) e repetiu Wellington por mais duas vezes. Doze anos depois, Silvio anuncia que seu nome está disponível para mais uma campanha. Mas o (pré) candidato está disposto para uma campanha desse tamanho? Ele garante que sim!

Silvio garante que é possível mudar e que gestões do PT serão comparadas com a de seu grupo em Teresina (foto: Marcos Melo | PolíticaDinamica)

Não são poucos os argumentos de Silvio que apontam para uma necessidade de mudança. O ex-prefeito de Teresina cita desde o êxodo de piauienses para fora do estado em busca de mais oportunidades de trabalho e qualidade de vida, até a completa falta de compromisso administrativo das gestões petistas que sobrecarregaram ao longo do tempo a administração da capital na hora de prover Educação e, principalmente, Saúde para todo o interior do Piauí.

“Sem falar nos empréstimos recentes, que passam de R$ 7 bilhões e ninguém sabe no que é que esse dinheiro foi gasto. (...) É como se cada piauiense -- bebês, crianças, jovens, idosos, desempregados --, cada um dos mais de 3 milhões de piauienses tivesse que pagar uma dívida pessoal de dois salários-mínimos. E ninguém sabe pra onde o dinheiro foi”, ressalta.

Foi uma crítica direta ao modelo petista de “fazer conta com crédito alheio” e colocar “o povo pra pagar”.

Veja a primeira parte dessa entrevista!


Comente