Coluna Marcos Melo Política Dinâmica
VAI SOBRAR PRA QUEM?
A RESPONSABILIDADE É DA CAIXA

SENADOR CIRO NOGUEIRA DIZ QUE SEU PAPEL NÃO É FISCALIZAR OBRAS DO GOVERNO E QUE A CAIXA É QUEM DEVE SER RESPONSABILIZADA POR EVENTUAIS DESVIOS DO EMPRÉSTIMO

14/05/2018 16:03 - Atualizado em 15/05/2018 08:44

Ciro jogou para a caixa a responsabilidade de fiscalizar obras dos empréstimos que ele viabilizou (foto: Marcos Melo | PoliticaDinamica.com)

Servidores da Caixa Econômica Federal vão precisar de muito foco, cuidado e um pouco de sorte também. Prestes a viabilizar o crédito de mais R$ 315 milhões para o Governo do Piauí (FINISA 2), o senador Ciro Nogueira (Progressistas), alegou que não é dele a responsabilidade de fiscalizar o uso dos recursos. E apontou que os servidores do banco é que devem conferir a gastança do dinheiro. E a oposição, também, mas sem impedir que os recursos cheguem às mãos de Wellington Dias (PT), claro.

Veja o vídeo!

Em entrevista ao Política Dinâmica, Ciro assegura que é importante que os recursos cheguem para desenvolver o Piauí. Mas como fiscalizar o uso dos recursos, se o Governo do Estado não publica a lista de obras que serão ou foram feitas com esse dinheiro? “Eu tenho certeza de que ele [o governo] publica”, assegura Ciro.

Onde? “Nos órgãos competentes, até porque no empréstimo, você tem que constar as obras”, aponta. E Ciro tem essa lista? “A gente não tem que ter lista, quem tem que ter lista é a Caixa Econômica”, jogou o senador, responsável por indicar Gilberto Occhi, antes e, agora, Nelson Antônio de Souza.  

Aliados políticos e administrativos, Ciro e Wellignton Dias estão ligados na destinação dos empréstimos; segundo o senador, a responsabilidade de fiscalizar as obras recai sobre os servidores da Caixa (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Para alguém tão organizado com acompanhamento de obras realizadas pelos mais de 80 prefeitos de seu partido — e tantos outros que o apoiam —, é estranho que Ciro Nogueira não possua a relação de investimentos realizados com recursos que ele intermediou politicamente. Nem se comprometa com o uso dos recursos. Ainda mais num ano de eleição. Quem é esse político que não quer ser lembrado por obras importantes de infraestrutura? Estranho.

Estranho também por outro motivo: o Governo do Estado tem se negado a mostrar onde gastou e pretende gastar os empréstimos. Veja aqui!

NÃO PRESTADAS

Ciro e Wellington Dias indicaram o presidente da Caixa Econômica Federal, que na visão do senador, é quem deve responder pelo acompanhamento das obras feitas com os empréstimos FINISA; estranhamente e diferente de todo político, Ciro não está acompanhando as obras realizadas com dinheiro liberado por sua influência política em ano de eleição (foto: Marcos Melo | politicaDinamica.com)

Hoje, a Caixa considera que uma parcela de R$ 307 milhões recebida ainda em 2017 não teve sua prestação de contas realizada. Chegou a informar ao gabinete do ministro Edson Fachin, no Supremo Tribunal Federal, que a gestão de Wellington Dias (PT), abarrotou o banco de documentos que não provam nada e impedem a conferência adequada do uso dos recursos. Teve que resistir às cobranças pessoais do petista e do senador para não se complicar na Justiça.

E deve seguir tendo cuidado. Uma hora pode sobrar cadeia pra alguém.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
BEM DIFERENTE
PMT VAI RETOMAR INVESTIMENTOS
PMT VAI RETOMAR INVESTIMENTOS
EMPRÉSTIMO
MAIS UMA DERROTA!
MAIS UMA DERROTA!
IGUAIS OU DIFERENTES
OS GRANDES ADVERSÁRIOS
OS GRANDES ADVERSÁRIOS
TÁ RESOLVIDO
MDB COM O VICE,  PT COM A CHAPA PURA
MDB COM O VICE, PT COM A CHAPA PURA