Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
DISCORDÂNCIA
QUEM ESTÁ MENTINDO: GOVERNO OU MILITARES?

WELLINGTON CONTESTA CRÍTICAS DE POLICIAIS E DIZ HAVER INVESTIMENTOS; REALIDADE TOTALMENTE DIFERENTE DA DENUNCIADA PELOS POLICIAIS MILITARES QUE PROTESTAM POR MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO

18/09/2017 11:01

Governador apresenta uma realidade diferente da apresentada pelos policiais (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

A realidade da Segurança Pública apresentada pelo governador Wellington Dias (PT) é totalmente diferente da denunciada pelos Policiais Militares do Piauí. A categoria fez um protesto na manhã desta segunda-feira (18) denunciando as precárias condições de trabalho e o aumento no número de policias mortos em serviços.

Em entrevista ao Política Dinâmica, o governador Wellington Dias discorda das críticas e apresenta números de uma segurança pública que, segundo ele, tem recebido investimentos. “Claro que fizemos investimentos em 2015, 2016 e 2017. Investimentos em áreas que permitem condições melhores de trabalho. Estamos melhorando as condições físicas de colete, por exemplo. A cada semestre fazemos esforços para melhorar as condições de viatura, armamento, munição e armas não letais. Investimos no trabalho com uso da inteligência. Isso é um investimento”, disse.

Para Wellington, o Piauí é o estado que mais contratou homens para a polícia nos últimos três anos. “O Piauí é o que mais contratou recursos humanos. São 1000 homens entre civis e militares e vamos seguir investindo”, declarou. De acordo com os policiais, já foram mortos 35 homens desde que Wellington assumiu o governo pela terceira vez.

O presidente da Amepi, Coronel Carlos, critica o governo de Wellington Dias e afirma que a categoria é tratada com descaso. “São 35 policiais mortos de forma violenta. Isso mostra que a sociedade caminha para o caos. Qual a resposta dada pelo governo? O simples silêncio e o descaso como se fosse uma banalidade. Não há diálogo nesse governo e por isso estamos indo para rua chamar a atenção da sociedade”, declarou.

O vice presidente da Amepi, Major Diego, afirma que o Piauí é hoje o lanterna quando o assunto é segurança pública. O estado seria o que menos investe ficando atrás de vizinhos como o Maranhão.

“O Piauí é o lanterna dos investimentos. Estamos com os salários defasados em 20%, sem perspectiva de reajuste. O governo não abre canal de diálogo e não ventila essa mudança. Segurança hoje é tecnologia e o Piauí não tem nem o vídeomonitoramento. O Piauí investe R$ 0, 09 centavos por habitante em segurança segundo o último anuário. O segundo estado que menos investe é o Maranhão e investe o dobro de nós. Precisamos melhorar a segurança ou o Piauí vai ficar igual ao Rio. Esse é nosso alerta”, afirmou.

O governador também culpa o Governo Federal pelas dificuldades dos estados na segurança. Ele voltou a defender um plano de segurança nacional para a redução da violência nos estados. “Há uma desproteção em relação as fronteiras do Brasil. Há a entrada de drogas na mãos dos criminosos do Brasil. É claro que isso coloca em risco a vida das pessoas e de quem atua na área de segurança. Nesse instante há R$ 12 bilhões no Fundo de Segurança e Penitenciária do Brasil, mas o dinheiro está parado. Queremos reunir o Governo Federal, Estados, Municípios e os países vizinhos para discutir o combate ao tráfico de drogas que leva à violência”, disse.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:

Mais notícias sobre:

Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
REELEIÇÃO
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DISPUTA
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
DISPUTA
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU