Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
ELEIÇÕES 2018
QUAL O INTERESSE DO KARNAK NA DERROTA DE FIRMINO NA CÂMARA?

PREFEITO FOI DERROTADO PELA PRÓPRIA BASE ALIADA E FICA ENFRAQUECIDO PARA UMA POSSÍVEL CANDIDATURA EM 2018

16/11/2017 11:35

O prefeito Firmino Filho (PSDB) sai enfraquecido politicamente da derrota que sofreu com a antecipação da eleição para escolha do novo presidente da Câmara de Vereadores. O clima de instabilidade, na já enfraquecida base aliada do tucano, fica acirrado e o resultada da sessão desta quinta-feira (16), pode ter impacto direto na decisão que ele irá tomar sobre a eleição de 2018.

Palácio de Karnak estaria satisfeito com derrota de Firmino (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamcia.com)

Enfraquecido, Firmino pode descartar de vez a possibilidade de sair candidato ao Governo do Estado em 2018. Após a eleição, vereadores relatavam aos jornalistas o interesse do Palácio de Karnak na derrota do tucano. Firmino é hoje apontado como o principal adversário de Wellington, mas sem uma base aliada unida, e “brigado” com a direção da Câmara de Vereadores, seria muito difícil ele sair candidato.

Alguns acontecimentos são apontados como forte indício de que o Palácio de Karnak estaria por trás do “golpe” dado pelos vereadores no tucano. O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (PMDB), teve conversas com o presidente reeleito Jeová Alencar (PSDB) antes da votação.  Themístocles é aliado do governador Wellington Dias (PT) e cotado para ser vice na chapa de reeleição do petista.

O requerimento pedindo a antecipação da eleição foi apresentado pelo vereador Dudu (PT), líder da oposição a Firmino. Ao final da votação, depois de anunciada a vitória de Jeová, Dudu conversava com jornalistas quando recebeu uma ligação do governador Welllington Dias (PT). O chefe do Executivo estadual foi informado do resultado da votação. A conversa durou quase 10 minutos.

A oposição na Câmara, que é liderada pelo PT de Wellington, minutos após o resultado da eleição começou a falar sobre a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra Firmino. A investigação seria para apurar irregularidades na doação de terrenos pela prefeitura. Há denúncia de desvio de milhões.

A rebelião contra Firmino já era esperada. Desde os primeiros meses de mandato, os vereadores da base reclamam que são destratados pelo Palácio da Cidade. A principal reclamação é contra o secretário de Governo, Charles da Silveira. Os parlamentares afirmam que não são atendidos e alguns afirmam que já foram maltratados pelo secretário. O movimento foi um recado a Firmino e ao Charles.

A expectativa agora é pelo retorno do prefeito à Teresina. Firmino estava em Barcelana, Espanha, quando os aliados articularam todo o processo de eleição. Sem tempo para reagir e distante, o prefeito ainda tentou esvaziar a sessão, mas foi derrotado.

Na base alguns parlamenatres apostam em retaliação por parte do tucano, mas vereadores mais experientes afirmam que ele deve buscar o diálogo. O prefeito é consciente que 10 votos são suficientes para a abertura de uma CPI contra ele.

Comentários (1)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
    Joaquim Antonio Silva de Oliveira em 20 de novembro de 2017 às 14:11

    Discordo em parte da matéria Lídia. Firmino nunca foi o principal adversário de Wellington, aliás eles estão ou estavam em plena harmonia administrativa e política. Esse pensamento é exatamente de quem quer ver a discórdia entre os dois palácios. Já o PMDB, aí são outros quinhentos... porém não se pode culpar o governador pelo movimento do PMDB. A briga aí pode ser pela vaga de vice entre Temístocles Filho e Luci Silveira, entendeu?! Quanto à posição do vereador Dudu, não é nenhuma novidade, já que sempre foi oposição ao PSDB municipal. Outra inverdade é que Wellington seja o líder da oposição ao prefeito na CMT. Quanto aos vereadores, eles são livres para votar como quiserem e, muito estranho este calundú, pois o presidente da CMT é do PSDB, partido do prefeito.

Notícias relacionadas
DISPUTA
DEOLINDO DIZ QUE BASE RECEBE ORDENS PARA ATACAR OPOSIÇÃO
DEOLINDO DIZ QUE BASE RECEBE ORDENS PARA ATACAR OPOSIÇÃO
DISCUSSÃO
O APARTE MAIS PROFUNDO DA HISTÓRIA DA CÂMARA
O APARTE MAIS PROFUNDO DA HISTÓRIA DA CÂMARA
CONFLITO
“DIA DO JACARÉ”, DIZ DUDU SOBRE DEMISSÃO DE COMISSIONADOS
“DIA DO JACARÉ”, DIZ DUDU SOBRE DEMISSÃO DE COMISSIONADOS
CÂMARA
"CHEGA, FIRMINO!", DIZ MAJOR PAULO ROBERTO