Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
ATRASOS NOS PAGAMENTOS
PM’S QUE VENDEM AS FOLGAS DENUNCIAM QUE ESTÃO SEM RECEBER

ATRASO NO PAGAMENTO DAS CHAMADAS "PLANEJADAS" ATINGE OS POLICIAIS QUE FAZEM A SEGURANÇA DA POTYCABANA E PODE COMPROMETE A SEGURANÇA DO LOCAL

17/01/2018 09:23

Os policiais que fazem a segurança da Potycabana estão insatisfeitos. Eles denunciam que estão há quatro meses sem receber as chamadas “planejadas”, uma espécie de pagamento para quem vende as folgas para o governo. O comandante do policiamento do parque, Capitão Carmos, afirma que a situação se arrasta desde setembro de 2017.

Policiais que vendem as folgas para fazer segurança da Potycabana estão sem receber as "planejadas" (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

Uma reunião com o Comandante Geral da Polícia Militar, coronel Carlos Augusto, está marcada para discutir os atrasos. A categoria ameaça suspender o trabalho de segurança do parque caso as “planejadas” não voltem a ser pagas.  Eles alegam que existe um  termo de cooperação entre a PM e a Coordenadoria de Desenvolvimento Social e Lazer (CDSOL) para que os policiais prestem o serviço e recebem as folgas, mas estaria sendo desrespeitado. 

VERSÃO OFICIAL

De acordo com a coordenadora de Desenvolvimento Social e Lazer (CDSOL), Simone Araújo, responsável pela gestão da Potycabana, o problema seria burocrático. Ela nega a informação dos policiais de que o atraso seria de quatro meses. Segundo ela, apenas o mês de dezembro deixou de ser pago.

Simone garante que em fevereiro tudo será normalizado. Os meses de dezembro e janeiro devem ser pagos em fevereiro. A coordenadora diz que o sistema de pagamento do governo do Estado já foi fechado e isso prejudicou o pagamento da “planejada” de dezembro.

“Estamos esperando o sistema financeiro do governo reabrir. Em fevereiro tudo será normalizado. É mais uma questão burocrática. Não são quatro meses. Tudo vai ser normalizado”, declarou.

POLICIAIS CONTESTAM 

As declarações de Simone são contestada pelo capitão Carmos. Ele garante que o atraso é de quatro meses e diz que a justificativa do fechamento do sistema não faz sentido.

“Estamos sem receber desde setembro. Se fosse só o problema do sistema fechado não justificaria quatro meses de atraso. Há um decreto do governador que direciona a verba específica para o pagamento dos vigilantes. Se o sistema só fechou em dezembro, porque os outros meses não foram pagos”, questionou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
VIAGEM
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
ELEIÇÕES 2018
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
DISPUTA
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ