Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
CANDIDATURA
“PMDB DO PIAUÍ NUNCA ESTEVE TÃO ABANDONADO”, CRITICA JOÃO HENRIQUE

EX-MINISTRO FAZ CRÍTICAS À GESTÃO DO PARTIDO E DIZ QUE O INTERIOR DEFENDE UMA CANDIDATURA PRÓPRIA EM 2018

03/12/2017 10:11

A crise entre o PMDB e o PP deu um gás a mais na mobilização feita pelo ex-ministro João Henrique por candidatura própria em 2018.  O peemedebista afirma que não há mais clima para o partido continuar na base do governador Wellington Dias (PT) e diz já ter mobilizado 200 municípios pelo rompimento.

Ex-ministro João Henrique faz críticas à gestão do PMDB (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

Ele fez críticas à gestão do PMDB. Segundo ele, o partido que tem como principais lideranças o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, e o presidente estadual, deputado Marcelo Castro, tem abandonado a legenda no interior.

 “O PMDB do interior nunca esteve tão abandonado como agora. Há uma insatisfação generalizada com os rumos que deram ao partido. Deste modo, cresce o apoio à tese da candidatura própria, que será levada à convenção para que as bases decidam, de forma legítima e democrática, os rumos que o partido deve seguir em 2018”, disse.

Ao pregar a proposta de candidatura própria, João Henrique bate de frente com a decisão do partido de compor a base do Governo Wellington Dias (PT). A pretensão do PMDB é indicar o candidato a vice-governador na chapa do atual governador. Para ele, a ideia do partido não se concretizará. “É zero a chance de o PMDB indicar o vice na chapa do governador Wellington”, alerta.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
DISPUTA
DEOLINDO DIZ QUE BASE RECEBE ORDENS PARA ATACAR OPOSIÇÃO
DEOLINDO DIZ QUE BASE RECEBE ORDENS PARA ATACAR OPOSIÇÃO
DISCUSSÃO
O APARTE MAIS PROFUNDO DA HISTÓRIA DA CÂMARA
O APARTE MAIS PROFUNDO DA HISTÓRIA DA CÂMARA
CONFLITO
“DIA DO JACARÉ”, DIZ DUDU SOBRE DEMISSÃO DE COMISSIONADOS
“DIA DO JACARÉ”, DIZ DUDU SOBRE DEMISSÃO DE COMISSIONADOS
CÂMARA
"CHEGA, FIRMINO!", DIZ MAJOR PAULO ROBERTO