Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
“INSENSIBILIDADE DO CONGRESSO AGRAVA CRISE”, DIZ FREITAS NETO

EX-SENADOR AFIRMA QUE O CONGRESSO TEM SIDO RESPONSÁVEL PELO PROLONGAMENTO DA CRISE E DIZ APOSTAR EM TEMER

14/06/2016 13:24

Ex-senador culpa o Congresso pela demora da crise (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O ex-senador Freitas Neto falou ao Política Dinâmica sobre a crise no país e as consequências para a economia e o setor empresarial. Político experiente, ele culpou o Congresso Nacional pela demora da crise. Segundo ele, os partidos estariam mais interessados em receber benefícios pessoais do que de fato aprovar as medidas necessárias para que a economia do país possa voltar a crescer.

Freitas Neto afirma que o Congresso passa por um momento de “insensibilidade política”. “A crise afeta de maneira grave quando se reduz a atividade econômica. Estamos dois anos sem crescer. Ela atingiu primeiramente as regiões mais industrializadas, mas agora se espalha pelo Brasil. A demora é maior em função da questão política. O Congresso não se entende, são partidos demais. É um momento de insensibilidade política. Na Câmara e no Senado é muita barganha política. Isso impede dos governos realmente traçarem políticas de recuperação da economia”, disse.

Apesar do cenário ruim, Freitas Neto disse acreditar na capacidade da equipe econômica do presidente em exercício Michel Temer. “Esse é o momento de pensar no Brasil e não em questões partidárias. A equipe econômica do Temer tem toda capacidade de ajudar o país a retomar o crescimento. Mas o Congresso precisa aprovar as medidas encaminhadas pelo governo. Se tudo correr bem até o final do ano voltaremos a crescer”, explicou.

VOLTA DE DILMA

Sobre o possível retorno de Dilma Rousseff ao poder, ele diz ser inviável. “Dilma em seis anos não conseguiu se manter. Qual seria a força político para governar agora? Ela não tem apoio. Para governar é preciso ter apoio político e ela não tem isso. Mais de 60% do Senado votou pelo impedimento dela. É difícil que isso se reverter ela possa voltar com maioria no Congresso”, declarou. 

Notícias relacionadas
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ