Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
ELEIÇÕES 2018
JOÃO VICENTE ADMITE VOLTAR AO PTB

EX-SENADOR AFIRMA QUE O CENÁRIO NACIONAL FAVORECE O RETORNO AO EX-PARTIDO E DIZ QUE DECISÃO SERÁ TOMADA NO PRÓXIMO ANO

17/07/2017 08:53

Em entrevista concedida ao jornal O Dia, o ex-senador João Vicente Claudino (sem partido), admitiu ser grande a possibilidade de voltar ao PTB do Piauí. Cotado para ser o candidato da oposição ao Governo do estado, ele afirma que o cenário nacional favorece o retorno a antiga sigla, mas diz que só irá definir o futuro político no próximo ano.

“Eu admito (voltar ao PTB) até porque tem na filosofia popular um ditado que diz que ninguém se perde no caminho de volta. Eu admito voltar ao PTB até pelo cenário político nacional. Nenhum dos políticos citados na Lava Jato integra os quadros do partido. Isso é positivo”, revelou.

Sobre a candidatura ao governo, João Vicente afirma que não pode tomar a decisão sozinho. Ele tem conversado com setores da oposição e busca montar um grupo com força política. “Eu me filiarei, em março de 2018, a um partido político. Isso eu lhe digo com certeza. Agora, você se filiar a um partido político não define uma candidatura. Depende de outros fatores (...). Vamos analisar o cenário, a avaliação das pessoas de que eu possa contribuir. Essa decisão não cabe a somente uma pessoa, deve ser uma missão de um sentimento de muita gente”, declarou. 

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
REELEIÇÃO
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DISPUTA
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
DISPUTA
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU