Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES

WELLINGTON DIAS DEVE VIAJAR A PORTUGAL E PRECISA DAS COMISSÕES PARA RECEBER AUTORIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

09/02/2018 08:42 - Atualizado em 09/02/2018 14:54

Os partidos e blocos partidários começaram a indicar seus líderes na Assembleia Legislativa. Essa etapa é importante porque só depois de todas as indicações serem feitas, a Casa irá definir quem serão os presidentes das comissões técnicas.  

Governo quer a formação de Comissões para aprovar viagem de Wellington (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

No MDB, partido com a maior bancada da Casa, o deputado Severo Eulálio assumirá o lugar de líder que foi do deputado João Madison. O partido quer o comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), considerada a mais importante da Assembleia.

Já o deputado Júlio Arcoverde (PP) anunciou a indicação do deputado B. Sá para o bloco composto pelo Progressistas (PP) e Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Compõe o bloco os deputados Júlio Arcoverde, Belê Medeiros (PP), B. Sá, Liziê Coelho (PTB) e José Hamilton (PTB). O PP deve indicar um nome para presidir a comissão de Finanças.

O deputado Dr. Pessoa (PSD) continuará como líder do Partido Social Democrático. “Quero antecipar que eu devo continuar na liderança do partido”, disse.

O presidente da Assembleia, deputado Themístocles Filho, afirma que as comissões já tem como primeira missão aprovar viagem internacional do governador Wellington Dias (PT). “É importante a formação das comissões. Hoje recebemos uma mensagem do governador solicitando autorização para uma viagem internacional. E esse documento precisa do parecer da Comissão para vir a Plenário e ser devidamente votado”, disse

Wellington Dias deve ir a Portugal para conversar com empresa que pode assumir a lacuna deixada pela Suzano, que iria se instalar no Estado para a produção de celulose. 

Lídia Brito

Lídia Brito

Jornalista

Comente!

ANTERIOR

WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE

PRÓXIMA

“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO