Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
VIOLÊNCIA
GOVERNADOR CONTESTA PESQUISA SOBRE VIOLÊNCIA NO PIAUÍ

WELLINGTON DISCORDA DE DADOS DIVULGADOS PELA ASSOCIAÇÃO DOS OFICIAIS MILITARES, QUE DIZ QUE O PIAUÍ É O ESTADO QUE MENOS INVESTE EM SEGURANÇA

05/09/2017 10:22

Wellington Dias contesta pesquisa sobre violência no Piauí (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinâmica.com)

O governador Wellington Dias (PT) falou ao Política Dinâmica sobre os números da violência no Piauí. Ele contestou pesquisa divulgada pela Associação dos Oficiais Militares do Estado, que afirma que o Piauí é o que menos investe em segurança no país.

Segundo Wellington, os investimentos são feitos, mas o estado precisaria de maior apoio por parte do Governo Federal. Ele afirma que um governador sozinho não pode resolver um problema que passa pela esfera nacional.

“Precisa examinar sobre essa pesquisa. Estamos sim fazendo investimentos em segurança. Como se fala em investimentos as vezes se pensa em prédios, em equipamentos, mas eu olho para questões como quando nós contratamos mil pessoas para o quadro da segurança. Isso é investimento. É preciso ter um fundo de combate à violência como ocorre em outras áreas. A Saúde tem o fundo SUS, a educação tem o FUNDEB. Como um governador vai combater o tráfico se o Governo Federal não evita a entrada de drogas, de armas? É preciso que ocorra essa união de todos”, declarou.

Governador destaca os investimentos feitos em segurança (Foto:JailsonSoares/PoliticaDinamica.com)

Wellington afirma que a contratação de novos policiais vai ajudar a combater a sessão de insegurança da população. “Estamos fazendo mais concursos para área da Polícia Militar, divulgando o resultado do concurso. Da mesma forma com os bombeiros, a área Civil e Penitenciária. Vamos entregar novas viaturas, já entregamos em 2015 e 2016 investimentos e melhorando. O secretário Fábio Abreu e coronel Carlos Augusto têm trabalhado. Vamos entregar duas novas penitenciárias. Que lugar do Brasil estaria fazendo investimentos em todas essas áreas? É preciso analisar essa pesquisa”, afirmou.

De acordo com a pesquisa, o Piauí investe R$ 18,48 em segurança pública por habitante. O estado tem R$ 32 milhões de habitantes e gasta R$ 59,023 milhões por ano com segurança. Estados vizinhos como o Maranhão estão à frente do Piauí quando o assunto é segurança.

Para o governador, a falta de uma política integrada tem feito o Brasil “perder o jogo” para a violência. “O Brasil está perdendo o jogo porque falta uma política integrada nacional com fonte garantida de recursos. Temos necessidade de uma política especial na segurança em relação as drogas. Necessidade de reduzir quem depende da droga para retirar da vulnerabilidade. Quando alguém faz o uso de drogas e fica dependente, a família, a sociedade e o próprio estado abandonam. O dependente vai parar nas mãos do traficante. Traz uma pessoa de bem, que tem um problema de saúde que é a dependência de drogas, para o mundo do crime. Essa política tem que ser do Brasil. Um estado sozinho não resolve”, destacou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:

Mais notícias sobre:

Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
“TRÊS ALBERTÕES DE VOTOS PARA REJANE DIAS”, PEDE DANIEL OLIVEIRA
REELEIÇÃO
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DE OLHO EM 2018, WELLINGTON E REJANE DIAS REÚNEM PREFEITOS
DISPUTA
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
LÍDER REAGE E CRITICA OPOSIÇÃO A WELLINGTON DIAS
DISPUTA
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU
“VOU PEDIR A DISSOLUÇÃO DA CÂMARA DE TERESINA”, DIZ DUDU