Coluna Lídia Brito Política Dinâmica
MUDANÇA
ESSA FOTO JÁ NÃO SERÁ A MESMA

WELLINGTON REÚNE EQUIPE EM CLIMA DE DESPEDIDA DOS SECRETÁRIOS QUE DEVEM SER CANDIDATOS NO ANO DE 2018

21/12/2017 08:30

Wellington Dias reuniu a equipe que deve mudar drasticamente em 2018 (Foto:Ascom)

A foto que abre essa matéria deverá mudar completamente no próximo ano. A equipe de secretários do governador Wellington Dias (PT) irá sofrer uma mudança drástica no ano eleitoral. Dos 21 secretários da linha de frente da administração do petista, 14 serão candidatos e terão que se ausentar para se dedicarem às campanhas eleitorais de 2018.

Wellington já se prepara para as mudanças que irão ocorrer e antes de iniciar o próximo ano, reuniu toda a equipe para fazer um balanço de 2017 e traçar metas para 2018. No encontro, as palavras que predominaram foram “crise” e “dificuldades”.

A esperança do governador é que a situação possa ser amenizada com a liberação da segunda parcela de empréstimo da Caixa Econômica Federal. O valor do recurso é de R$ 300 milhões. Se isso não se concretizar, a equipe econômica tem certeza que a realidade pode ser pior do que as previsões.

Mas em meio as previsões de dificuldades, tem muito secretário que só pensa em uma coisa: se eleger a uma cargo na Câmara Federal ou na Assembleia Legislativa. São pré-candidatos que estiveram nos últimos três anos comandado uma fatia da máquina pública e que ficarão à frente dos cargos pelos menos nos primeiros meses do ano eleitoral, como manda a legislação.

Os secretários têm contato direto com prefeitos e lideranças políticas do interior na negociação de matérias de interesses das cidades. Há quem diga que eles saem em vantagem em relação aos demais pré-candidatos.

Entre os secretários que devem sair candidatos em 2018 estão:

Franzé Silva é secretário de Administração. Considerado o candidato do governador Wellington Dias (PT), a candidatura dele é temida dentro do próprio PT. Ele é visto como ameaça para os deputados petistas que tentarão buscar a reeleição em 2018. Chateado com as reações negativas no partido, o secretário chegou a cogitar até mesmo mudar de sigla.

Fábio Novo é deputado estadual e secretário de Cultura. Ela vai buscar a reeleição como deputado pelo Partido dos Trabalhadores.

Outro petista que comanda secretaria e deve ser candidato é o secretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Francisco Limma. Ele é uma liderança forte da região Norte do Piauí.

Na Sasc, o deputado estadual José Santana (PMDB) deve concorrer à reeleição em 2018. Ele assumiu o comando da secretaria após o PMDB ingressar oficialmente no governo de Wellington Dias. A SASC é uma pasta reconhecida pelo trabalho de assistência social.

Hélio Isaias (PP) é secretário da Defesa Civil desde o início do terceiro governo de Wellington Dias. Ele deve retornar à Assembleia em abril para concorrer à reeleição. O deputado é bem votado na região de São Raimundo Nonato.

Rejane Dias é secretária de Educação.  Ela comanda uma das pastas mais importantes da administração de Wellington Dias (PT). Esposa do petista, ela foi a deputada federal mais bem votada na eleição de 2014. A reeleição dela é dada como certa pelo PT.

A deputada estadual Janaína Marques é uma importante liderança da região Norte do Estado. Ela é atualmente secretária de Infraestrutura e deve buscar a reeleição no próximo ano.

O secretário de Segurança Fábio Abreu também é mais um secretário pré-candidato a reeleição em 2018. Atualmente no PTB, ele deve mudar de partido para disputara reeleição como deputado federal. O novo destino político do secretário deve ser o PR.

E por falar no PR, o presidente estadual da sigla e deputado estadual Fábio Xavier vai disputar a reeleição no próximo ano. Ele é atualmente secretário de Cidades e está no cargo desde o início do terceiro mandato de Wellington Dias (PT).

Na secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, o deputado estadual Nerinho é pré-candidato à reeleição. Ele é atualmente do PTB, mas também há a possibilidade de mudar de partido até lá. Fiel a Wellington Dias, o secretário faz parte da administração estadual desde o início do governo.

O petista Merlong Solano ocupa a secretaria de Governo, considerada a mais polivalente da administração de Wellington Dias (PT). Ele é suplente na Câmara Federal e chegou a assumir o mandato por poucos dias. Deve ser candidato a uma vaga na Câmara Federal.

A secretária de Meio Ambiente também é comandada por um pré-candidato. O deputado estadual Ziza Carvalho do PDT. Ele deve concorrer a reeleição por uma vaga Assembleia Legislativa do Estado.

O deputado estadual Gessivaldo Isaías (PRB) é secretário do Trabalho e deputado estadual. Ele é considerado pré-candidato à reeleição por uma vaga na Assembleia.

O deputado estadual Flávio Júnior (PDT) deve concorrer a reeleição de deputado estadual.  Ele é secretário de Turismo de Wellington Dias,  cargo que já foi de seu pai,  Flávio Nogueira.

Pablo Santos foi beneficiado com a reforma administrativa que resultou na criação de novas pastas. O deputado estadual ficou com o comando da Fundação Hospitalar que tem status de secretaria. Com a pasta, ele vai comanda seis hospital, entre eles o de Picos, cidade onde ele é bem votado.

Outro coordenador cotado para ser candidato no próximo ano é Marllos Sampaio. Ele é irmão do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (PMDB). Marllos já foi deputado federal e não conseguiu se reeleger. Agora é coordenador do Programa Mais Vida com Cidadania para o Idoso.

É o caso do ex-prefeito de Novo Oriente,  Marcus Vinícius. Ele é a aposta do PTC para concorrer uma vaga de deputado federal. Marcus assumiu o comando da Coordenadoria do Programa de Modernização e Qualificação de Empreendimentos Públicos.

O ex-prefeito de Campo Maior Paulo Martins (PT) também encontrou espaço dentro do generoso governo de Wellington Dias. O petista assumiu recentemente o comando da Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi). Ele é apontado como candidato a deputado federal.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ELEIÇÕES 2018
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
WELLINGTON ACEITA SUGESTÃO DE CIRO DE FAZER PESQUISA PARA DEFINIR VICE
VIAGEM
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
GOVERNO TEM PRESSA NA FORMAÇÃO DAS COMISSÕES
ELEIÇÕES 2018
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
“MAIORES PARTIDOS DEVEM FICAR COM AS VAGAS MAJORITÁRIAS”, DIZ MARCELO CASTRO
DISPUTA
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ
“É CHOVER NO MOLHADO”, DIZ FIRMINO SOBRE DECLARAÇÕES DE JEOVÁ