Coluna Justiça Dinâmica Política Dinâmica
2ª Turma do STF nega pedido de Lula contra Sérgio Moro

PREVALECEU ENTENDIMENTO DO RELATOR, MINISTRO EDSON FACHIN, QUE NÃO VIU AGRESSÃO À CONSTITUIÇÃO FEDERAL

23/08/2019 16:03 - Atualizado em 23/08/2019 17:10

Por unanimidade, a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal rejeitou um pedido apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra atuação do ministro da Justiça, Sergio Moro, quando ele era juiz. A votação aconteceu no plenário virtual.

Prevaleceu o entendimento do relator, ministro Luiz Edson Fachin, que "não viu atos do ex-juiz que ferissem a Constituição".

O pedido do ex-presidente era para anular atos de Moro em uma das ações penais contra ele, que apura supostas fraudes no Instituto Lula. A Justiça ainda não decidiu se condena ou absolve Lula pelas acusações.

A votação começou na quinta-feira (16) e terminou nesta quinta-feira (22), com resultado publicado nesta sexta-feira (23).

Os ministros analisaram no plenário virtual um recurso de Lula contra uma decisão tomada por Fachin em abril deste ano. À época, o relator da Lava Jato disse no processo que não viu ilegalidades nos atos de Moro.

Os advogados contestaram a autorização para a realização de perícia em documentos da Odebrecht, que foram mantidos em sigilo durante o processo, sem que houvesse oportunidade da defesa de contestá-los.

DESISTÊNCIAS HOMOLOGADAS
No dia 17/8, a defesa do ex-presidente Lula desistiu de dois pedidos de suspeição contra o ex-juiz Sergio Moro que estavam pendentes de julgamento no Supremo. Fachin, relator do casos, homologou a desistência.

Segundo a defesa do petista, a desistência se dá por conta de já haver um Habeas Corpus com elementos mais atualizados que está para ser julgado. Este novo processo inclui o fato de Moro ter ido para o governo e as mensagens vazadas pelo The Intercept Brasil.


FONTE: Com informações do Conjur

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
Advogado Edson Araújo é empossado como Juiz Substituto do TRE-PI
Advogado Edson Araújo é empossado como Juiz Substituto do TRE-PI
Ministro Fux suspende 'juiz das garantias' por tempo indeterminado
Ministro Fux suspende 'juiz das garantias' por tempo indeterminado
Especialistas apontam fatores que contribuem para crimes passionais
Especialistas apontam fatores que contribuem para crimes passionais
PL quer extinguir pagamento de honorários de sucumbência a advogados públicos
PL quer extinguir pagamento de honorários de sucumbência a advogados públicos