Coluna Justiça Dinâmica Política Dinâmica
Obra da fachada da Justiça Federal vai custar R$ 3 mi

DIRETOR DO FORO DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PIAUÍ, JUIZ LUCAS ROSENDO MÁXIMO DE ARAÚJO, FEZ VISITA AO LOCAL

29/05/2019 10:21 - Atualizado em 29/05/2019 10:38

O diretor do Foro da Justiça Federal no Piauí (JFPI), juiz federal Lucas Rosendo Máximo de Araújo, visitou as obras de reforma das fachadas do edifício-sede da Seção Judiciária do Piauí (SJPI), com o objetivo de verificar o andamento e a qualidade dos serviços realizados.

Acompanharam o magistrado durante a visita: o diretor da Secretaria Administrativa (SECAD), Edvaldo Rodrigues da Silva; o diretor do Núcleo Administrativo (NUCAD), José de Ribamar Rodrigues do Monte; o servidor Marco Antônio Rodrigues Lima, supervisor da Seção de Serviços Gerais (SESEG); o engenheiro Reginaldo Rufino, proprietário da empresa responsável pela obra; e o engenheiro civil Marciel Leal, responsável pela obra.

Para o diretor do Foro, a reforma na fachada aumentará a eficiência energética, com o aproveitamento da luminosidade e da ventilação naturais, o que reduzirá o consumo de energia, principalmente em relação ao ar-condicionado. “Trata-se, portanto, de uma construção sustentável”, enfatiza o magistrado.

Para a execução da reforma das fachadas da JFPI, estão sendo investidos R$ 3.387.483,21. O projeto consiste em colocar textura nos lados norte e sul e placas de alumínio nos lados leste e oeste do edifício, além de instalação de brise para sombreamento das janelas, visando aquecimento dos vidros para economia do consumo de energia elétrica. As obras iniciaram em 16 de novembro de 2018 e têm o prazo de 10 meses para a conclusão.


FONTE: Com informações da Assessoria

Notícias relacionadas
OAB aciona CNJ para retomada facultativa das audiências de instrução
OAB aciona CNJ para retomada facultativa das audiências de instrução
Justiça nega pedido para abertura de academias, barbearias e salões
Justiça nega pedido para abertura de academias, barbearias e salões
Município não é obrigado a criar cargos de advocacia pública; entenda
Município não é obrigado a criar cargos de advocacia pública; entenda
MPPI cobra assistência aos venezuelanos que moram em Teresina
MPPI cobra assistência aos venezuelanos que moram em Teresina