Coluna Justiça Dinâmica Política Dinâmica
Presidente do TJ-PI pretende entregar novo Palácio da Justiça até dezembro

COM ORÇAMENTO INICIAL DE R$ 47 MI, PRÉDIO TERÁ ESTACIONAMENTO COM 700 VAGAS E O MAIOR PAINEL DE ENERGIA SOLAR DO PIAUÍ

25/06/2020 09:33 - Atualizado em 25/06/2020 09:43

O Presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), Desembargador Sebastião Ribeiro Martins, afirmou durante live promovida pela Rede Pense Piauí que espera inaugurar o prédio do Palácio da Justiça até dezembro.

As obras no prédio estão em fase bem avançada, mas em razão do isolamento social provocado pela pandemia do novocoronavírus, está parada há três meses, desde que a construção civil teve que suspender suas atividades.

"A previsão para a inauguração era no final de agosto, mas com essa pandemia, tivemos atraso. Pretendemos voltar os serviços agora com a retomada da construção civil. Estamos esperando a Prefeitura de Teresina liberar. Vale ressaltar que essa será a terceira sede do TJ e certamente será um presente para cidade, para os servidores neste ano em que o TJ-PI completa 129 anos. Será também um belo prédio arquitetônico, com amplo estacionamento, bem estruturado. Vamos trabalhar para concretizar esse trabalho", assinalou o Desembargador Sebastião Martins.

O NOVO PALÁCIO
Nesta primeira etapa foram licitados o novo prédio administrativo e o Palácio da Justiça, incorporados também subestação, guaritas 1 e 2 e lixeira, somando uma área de 13.170m². Posteriormente serão licitadas as obras da Corregedoria Geral da Justiça, Escola Judiciária e auditório.

A obra licitada tem orçamento de R$ 47 milhões e será construída com recursos próprios do Tribunal, via FERMOJUPI. Terá o maior painel de energia solar do estado e estacionamento com 700 vagas. Todo o projeto arquitetônico foi desenvolvido por profissionais do TJ-PI. A obra será construída obedecendo aos critérios de sustentabilidade e terá arborização com plantas nativas do estado.

A nova sede do TJ-PI ficará situada no bairro São Raimundo, zona Sudeste de Teresina, e contará com quatro Câmaras para atender as Secretarias Cíveis e Criminais, 22 gabinetes para os desembargadores, Plenário e demais setores ligados à Presidência.

No prédio administrativo estarão o Departamento de Engenharia, Setor Médico, Controle Interno, Gestão de Contratos, Secretaria de Administração, Secretaria de Tecnologia, CPPad, Gráfica, Fermojupi, Secretaria de Economia e Finanças, dentre outros departamentos.


ANTERIOR

OAB-PI lança Guia da Advocacia Piauiense em versão on-line e impressa

PRÓXIMA

Vice-Corregedoria, INTERPI e UFPI assinam acordo sobre registros imobiliários