Coluna Justiça Dinâmica Política Dinâmica
OAB fixa mínimo de 30% de mulheres como palestrantes em eventos

PROPOSIÇÃO APROVADA FOI APRESENTADA PELA COMISSÃO NACIONAL DA MULHER ADVOGADA E DEVE SER SEGUIDA PELAS SECCIONAIS

11/02/2020 05:50

O Conselho Federal da OAB aprovou, por unanimidade, proposição que obriga a presença, em todos os eventos realizados no âmbito do Conselho e suas respectivas Comissões, na condição de palestrante, de no mínimo 30% e no máximo de 70% de membros de cada gênero.

A proposição, aprovada com alterações, é da Comissão Nacional da Mulher Advogada – CNMA e teve relatoria do conselheiro Federal José Sérgio da Silva Cristóvam. A norma sugere que a cota seja respeitada também nas seccionais, dando 90 dias para que deliberem sobre o assunto.

O encontro aconteceu na seccional do RJ, onde, em dezembro do ano passado, a mesma regra já foi aprovada. À época da aprovação das cotas no RJ, o presidente da OAB/RJ, Luciano Bandeira, afirmou que o propósito da decisão foi estabelecer uma cultura de participação feminina nos eventos. "Temos advogadas especialistas de altíssimo nível em todas as áreas do Direito e queremos incentivar a participação efetiva delas nos eventos", disse.

Aprovada a proposição, o presidente da Ordem, Felipe Santa Cruz informou que a Conferência Nacional da OAB, que acontecerá em novembro deste ano, comemorando 90 anos da entidade, terá 120 palestrantes homens e 120 palestrantes mulheres.


FONTE: Com informações do Migalhas

Notícias relacionadas
Telejornal 'Band Cidade Piauí' comemora dois anos no ar
Em e-book, OAB-PI elenca ações realizadas no enfrentamento à COVID-19
Em e-book, OAB-PI elenca ações realizadas no enfrentamento à COVID-19
Reclamações sobre compras na internet aumentam quase 100% no Piauí
Reclamações sobre compras na internet aumentam quase 100% no Piauí
Advogado fala sobre violência contra a mulher e assédio sexual em escolas
Advogado fala sobre violência contra a mulher e assédio sexual em escolas