Coluna Justiça Dinâmica Política Dinâmica
MP denuncia prefeitura no Piauí para que devolva mais de R$ 1 milhão aos cofres

PROMOTOR JORGE PESSOA INGRESSOU COM AÇÃO CONTRA EX-PREFEITO DE CAPITÃO GERVÁSIO OLIVEIRA, AGAPITO COELHO

12/09/2019 12:23 - Atualizado em 12/09/2019 12:29


O Ministério Público do Piauí, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de São João do Piauí, ingressou, nesta quarta-feira, 11 de setembro, com ação civil pública contra o ex-prefeito de Capitão Gervásio Oliveira, Agapito Coelho da Luz, por prática de ato de improbidade administrativa. Na ação, o MPPI requer ao Poder Judiciário a condenação do ex-prefeito a ressarcir o município de Capitão Gervásio Oliveira em R$ 1.397.873,13.

O promotor de Justiça Jorge Pessoa, titular da 2ª PJ de São João, explica que as informações para ação foram embasados em inquérito civil instaurado a partir de relatório do TCE-PI (Tribunal de Contas do Estado) relativos ao exercício financeiro de 2011. De acordo com os documentos produzidos pelo órgão de controle, o ex-gestor efetuou uma série de gastos sem atender aos requisitos da Lei de Licitações.

Entre os exemplos de despesas listados pelo promotor de Justiça na ação estão: compra de combustíveis, aquisição de materiais de gêneros alimentícios, aluguel de veículos, contratação de construtora e escritórios de advocacia e contabilidade, para serviços de consultoria jurídica. Outras irregularidades cometidas são a falta de pagamento as concessórias de energia elétrica e abastecimento de água, pagamento de multas ao INSS (Instituto de Nacional de Seguridade Social), por falta de pagamento de contribuições ao órgão.


FONTE: Com informações da Assessoria


Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
Conselheiro do CNJ mostra preocupação do Judiciário com judicialização da saúde
Conselheiro do CNJ mostra preocupação do Judiciário com judicialização da saúde
STJ permite acréscimo de outro sobrenome de cônjuge após casamento
Câmara aprova regras eleitorais e aguarda sanção para valer em 2020
Câmara aprova regras eleitorais e aguarda sanção para valer em 2020
Justiça condena ex-prefeito de Itaueira em ação penal por saques indevido
Justiça condena ex-prefeito de Itaueira em ação penal por saques indevido