Coluna Justiça Dinâmica Política Dinâmica
Grande mal das fake news é manipular o voto das pessoas, aponta Carlos Yury

ADVOGADO DESTACA QUE ESSA INFLUÊNCIA NA AÇÃO DO ELEITOR TORNA O PLEITO DESIGUAL, MANCHADO E PRECISA SER COMBATIDO

23/11/2019 10:19 - Atualizado em 23/11/2019 10:32

O advogado Carlos Yury foi um dos palestrantes no I Simpósio Municipal de Direito Político e Eleitoral realizado na OAB-PI. Na oportunidade, o advogado fez uma análise das fake news e desinformações no processo eleitoral, sobretudo, quanto ao induzimento ao voto.

Segundo ele, o fake não é ruim porque é fake, é ruim porque manipula as pessoas, as intenções de votos e isso torna o pleito eleitoral desigual.

"Existem várias formas de se manipular uma eleição. Os santinhos jogados na porta das seções eleitorais é um exemplo, são fake, manipulam. O que é forjado manipula. E isso deve ser prestado bastante atenção e combatido", evidenciou o advogado.

Carlos Yury comentou também sobre casos de indução e manipulação do voto aliado à propaganda na web e o caso da Cambrigde Analítica.

O simpósio tratou ainda das novas mídias e seu impacto nas eleições vindouras e sobre o processo eleitoral, com destaque para os desafios da regulação do acesso à informação.

Notícias relacionadas
Justiça determina abastecimento da Farmácia do Povo com insulina
Justiça determina abastecimento da Farmácia do Povo com insulina
TJ-PI suspende validade dos concursos para magistrados e servidores
TJ-PI suspende validade dos concursos para magistrados e servidores
TSE pode propor adiar eleições para novembro, mas sem prorrogar mandatos
TSE pode propor adiar eleições para novembro, mas sem prorrogar mandatos
Advogado fala sobre papel do advogado criminal e advocacia 4.0
Advogado fala sobre papel do advogado criminal e advocacia 4.0