Coluna Justiça Dinâmica Política Dinâmica
ANACRIM-PI subscreve nota de repúdio contra promotor que criticou advocacia criminal

Em live, promotor de Justiça Marcelo Amaral teria dito que a advocacia criminal é um dos cânceres do Brasil

29/07/2020 18:29

A Associação Nacional dos Advogados Criminalistas (ANACRIM) emitiu nota de repúdio contra manifestação do Promotor de Justiça Marcelo Amaral, que no dia 28/07/20, em uma live teria feiro críticas à advocacia criminal. A Anacrim-PI, que tem como presidente o advogado Antônio Cantuária, subscreveu a nota.

NOTA DE REPÚDIO
A advocacia criminal brasileira foi surpreendida com a manifestação rasa e ofensiva do promotor de justiça Marcelo Amaral, que no dia 28/07/20, em uma live, afirmou que “a advocacia criminal é um dos cânceres do Brasil”.

Diferentemente do agressivo membro do parquet, jamais revidaremos contra a sua instituição, composta em sua esmagadora maioria, por homens e mulheres dignos, ainda que maioria não seja a totalidade.

Os maus exemplos estão em todas as instituições, sendo justamente por isso, pela disseminação do ódio e falsas notícias, via internet, que o Supremo Tribunal Federal instaurou inquérito para apurar condutas de pessoas por vezes desequilibradas e eventualmente criminosas.

A rigor, do alto de sua grandeza, importa muito pouco a opinião isolada de um promotor de justiça para a advocacia criminal.

A ANACRIM, por óbvio, repudia aquela fala, incompatível com o respeito e o tratamento isonômico que devem nortear as relações entre a advocacia e o Ministério Público.

Ao fingir desconhecer a importância constitucional da advocacia, descrita no artigo 133 da Constituição Federal como atividade “indispensável à administração da justiça”, o membro do parquet, além de envergonhar a sua instituição, denota inafastável complexo de inferioridade, para além de injustificável agressividade.

A advocacia criminal segue digna, altiva e essencial, sem virar as costas a todas as pessoas que precisem exercer seu direito constitucional de defesa, pois a história recente do país nos ensina que os algozes da nossa profissão, mais cedo ou mais tarde, acabam por bater à nossa porta, e será sempre neste momento que a nossa diferença restará mais evidenciada, pela grandeza e humanidade que no difere.

James Walker Júnior
ANACRIM
Presidente

David Soares
ANACRIM-GO
Presidente

ANTERIOR

Servidor que perde cargo por lei inconstitucional tem direito a FGTS

PRÓXIMA

Cerca de 90% dos municípios do Piauí não possuem farmacêuticos efetivos, diz TCE-PI