Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
DETERMINADO
ZIZA SE FILIA AO PT: “NÃO TENHO MEDO DE BRIGA”

DEPUTADO ESTADUAL DEFENDEU CHAPA ÚNICA ENTRE TODOS OS PARTIDOS, MAS COMO NÃO FOI POSSÍVEL, PREFERIU SE FILIAR AO PT

07/04/2018 12:58 - Atualizado em 07/04/2018 13:23

Ziza se filiou ao PT para disputar as eleições (Foto: Divulgação/Assessoria)

O deputado estadual Ziza Carvalho deixou o PDT e se filiou ao PT na sexta-feira (6). Em contato com o Política Dinâmica, ele justificou a mudança e disse que saiu para evitar o isolamento na disputa proporcional. Além disso, alegou que tem grande gratidão pelo governador Wellington Dias (PT) e que foi para o partido dele porque não tem medo de briga e nem de lutar em defesa da Democracia, do governo estadual e de Lula.

"Eu optei pelo PT até por tudo que o governador Wellington Dias fez por mim. Desde a morte do meu pai que ele me acolheu no Estado e não me falhou na hora da composição do governo. Eu não poderia falhar com ele, inclusive numa hora em que o Lula vem sofrendo esses reveses. Eu não tenho medo de briga, de luta e vou para a frente lutar por esse governo e pela Democracia. Sou afinado ideologicamente com essa linha da esquerda e com a linha do PT", falou.

Político demonstrou gratidão a Wellington Dias (Foto: Divulgação/Assessoria)

ISOLAMENTO NO PDT
Ziza disse que sempre defendeu a formação de uma chapa única com todos os partidos da base aliada do governador na disputa proporcional, mas infelizmente não viu esforços dentro do grupo para que isso acontecesse. Diante da realidade, entendeu que a estratégia do PT em formar uma chapa pura acabou sendo a saída mais viável para a situação política dele. 

"Eu defendi desde o início que nós marchássemos numa chapa única, numa coligação única no bloco governista. Acho que essa é a melhor estratégia para todos os partidos da base. Mas nesse tempo todo eu não vi nenhum esforço para demover a intenção do PTC de formar chapa em separado, de demover a intenção do PRTB de formar chapa com outros partidos pequenos. E o PT decidiu marchar com chapa pura. De forma que nós ficaríamos completamente isolados naqueles partidos que não têm capilaridade. No PDT só ficaria eu e o Flávio Nogueira Júnior. A situação complicou bastante", disse.

Apesar de ter deixado o PDT, partido em que seu pai Ubiraci Carvalho também militou durante vários anos, ele se disse grato ao presidente regional da sigla, Flávio Nogueira. Ziza fez questão de deixar claro que a mudança foi por entender que, uma vez não havendo chapa única entre todos, o melhor seria ingressar na chapa pura do PT, que possui maior capilaridade política e que nutre a expectativa de eleger até sete deputados estaduais.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
EXPERIÊNCIA
PAES LANDIM: OITO MANDATOS, UMA CARACTERÍSTICA
PAES LANDIM: OITO MANDATOS, UMA CARACTERÍSTICA
ELEIÇÕES 2018
QUASE 30% DOS CANDIDATOS NO PI SÃO SOLTEIROS
QUASE 30% DOS CANDIDATOS NO PI SÃO SOLTEIROS
ELEIÇÕES 2018
VOTOS DE DOM INOCÊNCIO SERÃO APURADOS COM MAIS RAPIDEZ
VOTOS DE DOM INOCÊNCIO SERÃO APURADOS COM MAIS RAPIDEZ
COR/RAÇA
UM AMARELO E UM INDÍGENA
UM AMARELO E UM INDÍGENA