Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
VEREADOR DIZ QUE ESQUERDA “USA A ESTUDANTADA”

EDSON MELO CONTESTA MOÇÃO DE REPÚDIO A MINISTRO DA EDUCAÇÃO E DIZ QUE REAÇÕES AO GOVERNO FEDERAL SÃO JOGADAS POLÍTICAS DA ESQUERDA

08/05/2019 15:18 - Atualizado em 08/05/2019 15:37

Edson saiu em defesa do governo federal (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O vereador Edson Melo (PSDB) considerou como deturpadas as informações amplamente divulgadas na imprensa sobre o corte de recursos para as universidades federais no país. No entendimento dele, a medida provisória apresentada pelo governo federal apenas prevê a "possibilidade de contingenciamento" de custeios extraordinários para as instituições.

Durante uma discussão na Câmara sobre moção de repúdio ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, o tucano disse que as intensas reações diante do assunto são uma forma da esquerda usar os estudantes contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). A moção de repúdio, apresentada pelo vereador Dudu (PT) acabou sendo aprovada por 16 votos. Houve duas abstenções, uma delas de Edson Melo e outra do vereador Dr. Lázaro (PPS).

"Eu estive lendo a respeito da proposta que está sendo deturpada por grande parte da mídia. Com relação a essa possibilidade de contingenciamento de 30% dos gastos, não se refere ao valor global previsto no orçamento da União, mas a gastos extraordinários. Achei até certa bobagem do reitor da UFPI dizer que ia fechar a universidade a partir de setembro por falta de recursos. Acho isso um grande instrumento de usar essa estudantada, que é em grande maioria de esquerda, contra o governo Bolsonaro. É uma jogada política da esquerda", falou.

Contrariando a maioria dos vereadores favoráveis à aprovação da moção de repúdio ao ministro, Edson defendeu o corte de gastos extraordinários. Segundo ele, muitos recursos destinados às instituições federais de ensino são usados para atividades inadequadas.

"Esses cortes devem acontecer para determinadas atividades que, no meu entendimento, não são nem ensino, nem pesquisa e nem extensão. A estudantada da esquerda está bem clara. Eles estão trabalhando desde o início do governo Bolsonaro, fazendo parte de uma tal resistência. Então essa resistência tem que ser alimentada", finalizou o vereador apontando que os movimentos contrários à medida do governo são, na avaliação dele, jogadas políticas.

Dudu propôs moção de repúdio a ministro (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A MAIORIA DISCORDA DE EDSON
Apesar da posição de Edson Melo e de Dr. Lázaro [que também defendeu o ministro], a maioria dos vereadores criticou o governo federal. Parlamentares, tanto da oposição quanto da situação, condenaram o contingenciamento de gastos. A líder do prefeito na casa, vereadora Graça Amorim (PMB), parabenizou Dudu pela iniciativa da moção de repúdio e se disse estarrecida com os "discursos elitizados" sobre o assunto na Câmara Municipal.

Comentários (1)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
    Amara tavares em 09 de maio de 2019 às 10:05

    É conveniente essa discursada contra o Ministro.Vereador Edson Melo e oLázaro são luzes nas trevas. Esclarecedora

Notícias relacionadas
NO PASSADO, TUDO PODIA
NO PASSADO, TUDO PODIA
TCHAU, PSL!
TCHAU, PSL!
BOLSONARO E A COR ROSA
BOLSONARO E A COR ROSA
GOLPE DENTRO DO PT
GOLPE DENTRO DO PT