Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
TRÊS CANDIDATOS, TRÊS PESQUISAS, TRÊS LÍDERES

ELEIÇÃO EM SÃO JOÃO DO PIAUÍ TEM INUSITADA SEQUÊNCIA DE PESQUISAS EM QUE CADA UMA TRAZ UM CANDIDATO DIFERENTE NA LIDERANÇA

05/11/2020 10:36 - Atualizado em 05/11/2020 11:09

Pesquisas geram desconfiança em São João do Piauí (Foto: Montagem/PoliticaDinamica.com)

A farra das pesquisas eleitorais no Piauí nas eleições de 2020 parece ter chegado ao ápice. No município de São João do Piauí, a 454 km da capital, três candidatos disputam a prefeitura. Nos últimos dias, os três repercutiram pesquisas eleitorais, e em cada uma delas o líder é diferente. Cada candidato, obviamente, divulgou a que lhe apresenta na frente.

No dia 29 de outubro, o candidato Ednei Amorim (MDB), apoiado pelo governador Wellington Dias (PT), divulgou em suas redes sociais pesquisa do instituto Amostragem. Nela, Ednei lidera a disputa com 39,43%, quase 14 pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Quatro dias depois, em 3 de novembro, o candidato Eduardo Moura (PSD) divulgou em suas redes sociais uma pesquisa do instituto Estimativa. Nela, é ele Eduardo quem lidera a corrida com 37,67% das intenções de voto, quase nove pontos à frente do segundo colocado.

Na quarta-feira (4), foi a vez do candidato Dr. Alexandre Mendonça (PSB) divulgar uma pesquisa e repercutir os números pela cidade. No levantamento feito pelo desconhecido instituto Morais & Dias Instituto de Opinião Pública, Alexandre é quem lidera a corrida. Ele aparece com 31,39%, quase dois pontos percentuais na frente do segundo colocado.

As três pesquisas com resultados totalmente diferentes foram realizadas praticamente no mesmo período, compreendido em um espaço temporal de 12 dias. A que colocou Ednei Amorim na frente foi feita entre 17 e 19 de outubro, com registro nº 03530/2020 no TRE-PI. 

A que colocou Eduardo Moura na primeira colocação foi realizada entre 23 e 24 de outubro, com registro PI-05856/2020. Já a que traz Alexandre Mendonça como líder foi feita entre os dias 27 e 29 de outubro e registrada com o número PI-04033/2020 no TRE. A Justiça Eleitoral sabe, portanto, da existência delas e dos seus respectivos [e estranhos] resultados.

Uma coisa é certa: algo está errado. Muito errado.

Comente!

ANTERIOR

ELEITO, ISMAEL SILVA VOLTA ÀS RUAS PARA ARRANCAR CARTAZES

PRÓXIMA

“ATÉ TU, SEBIM?”