Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
RICOS E PODEROSOS IMPUNES

EX-DEPUTADO ROBERTO JEFFERSON, DELATOR DO MENSALÃO, AFIRMA QUE DECISÃO DO STF SOBRE PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA BENEFICIA PODEROSOS

08/11/2019 14:28 - Atualizado em 08/11/2019 14:39

Delator de mensalão critica decisão do STF (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O ex-deputado federal Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, comentou nesta sexta-feira (8) em Teresina sobre o resultado do julgamento no STF que derrubou a possibilidade de prisão de condenados em 2ª instância. Para o homem que denunciou o mensalão e já puxou uns tempos de cadeia, a decisão deixa ricos e poderosos impunes no Brasil.

"Quando acaba com a prisão em segunda instância você favorece ao rico e ao poderoso. Os pobres continuarão presos e os ricos e poderosos impunes", avaliou o petebista.

Jefferson argumenta que a Justiça precisa ser igual para todos. Ele lembrou que quando se fixou a prisão em segunda instância, empresários e políticos poderosos acabaram indo para a cadeia. Agora, ele entende que essa punição será bastante adiada, gerando impunidade.

Notícias relacionadas
PRIMEIRAS ALTAS
PRIMEIRAS ALTAS
PARA BOLSONARO, IMPRENSA MUNDIAL É DE ESQUERDA
PARA BOLSONARO, IMPRENSA MUNDIAL É DE ESQUERDA
VEREADOR CRITICA DECISÃO QUE FAVORECE REDE DE SUPERMERCADOS
VEREADOR CRITICA DECISÃO QUE FAVORECE REDE DE SUPERMERCADOS
COM LULA E DIAS NO PODER, PT SÓ ELEGEU 7 PREFEITOS NO PIAUÍ EM 2004
COM LULA E DIAS NO PODER, PT SÓ ELEGEU 7 PREFEITOS NO PIAUÍ EM 2004