Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
REPUBLICANOS DEVE DOBRAR DE TAMANHO NO PIAUÍ

CHEGADA DE UM DEPUTADO FEDERAL E UM DEPUTADO ESTADUAL DEVE MUDAR A ESTRUTURA DO PARTIDO NO ESTADO DO PIAUÍ

05/02/2020 15:27 - Atualizado em 05/02/2020 15:41

Gessivaldo falou sobre mudança de direção (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinnamica.com)

Com a chegada do deputado federal Flávio Nogueira e do deputado estadual Flávio Nogueira Júnior, o Republicanos, antigo PRB, deve pelo menos dobrar de tamanho no Piauí até as eleições de outubro. Essa é a expectativa do deputado estadual Gessivaldo Isaías, que já passou o comando do diretório estadual para Vítor Coelho, indicado dos Flávios. Pai e filho ainda não podem se filiar porque aguardam desfecho para saírem o PDT.

Segundo Gessivaldo Isaías, que até então era presidente da legenda no Estado, o Republicanos deve dobrar de tamanho antes das disputas municipais e até triplicar após o pleito. O motivo é que Flávio Nogueira e Flávio Nogueira Júnior devem levar para o partido quase todas as suas lideranças que hoje estão no PDT nos municípios piauienses. Com isso, o PDT deve praticamente ruir no Piauí e o Republicanos crescer exponencialmente.

"Eu acredito que na hora que abrir a janela [de transferências] vamos já dobrar o número de vereadores. Já os prefeitos não têm questão de infidelidade partidária e eles vêm na hora que eles quiserem. Então já estão vindo alguns prefeitos e vices. Os vereadores virão quando abrir a janela. Com o passar da eleição, nossa meta é triplicar a bancada de vereadores e também alcançar pelo menos 20 prefeitos no Piauí", comentou.

Embora aponte a expectativa de crescimento, Gessivaldo lembra que algumas lideranças do Republicanos insatisfeitas com a chegada dos Flávios e com a mudança na direção estadual deverão deixar o partido. Mesmo assim, a expectativa é de saldo bastante positivo.

Flávio Nogueira e Flávio Jr. vão sair do PDT (Fotos: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

MUDANÇA NA DIREÇÃO

Sobre o fato de ter passado a direção para o comando dos Nogueiras, Gessivaldo justifica dizendo que foi a decisão mais lógica, umas vez que pai e filho têm potencial político bem superior ao dele. A mudança foi totalmente acordada entre a antiga e a atual direção.

"Quem é republicano verdadeiro pensa na composição. Ora, se tem uma pessoa no meu município que tem uma força maior que a minha, eu vou compor com ela. Assim eu pensei no estado. Eu não vou me comparar com o deputado Flávio Nogueira que é um deputado federal que teve 120 mil votos. Eu tive 26 mil votos para deputado estadual. O Flavinho teve 40 mil. Então, as forças que eles somam são maiores que a minha, mas isso para o partido é um crescimento, pois vamos montar chapas competitivas e isso é que importa", falou.

Notícias relacionadas
NÃO COLOU
NÃO COLOU
EMPRESÁRIOS FAZEM MANIFESTAÇÃO PELA REABERTURA DO COMÉRCIO
EMPRESÁRIOS FAZEM MANIFESTAÇÃO PELA REABERTURA DO COMÉRCIO
"LIBERDADE DE IMPRENSA NÃO É CONSTRUÍDA POR ROBÔS"
PREFEITO DECRETA LOCKDOWN EM CIDADE DO PIAUÍ
PREFEITO DECRETA LOCKDOWN EM CIDADE DO PIAUÍ