Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
R$ 27 MILHÕES PARA A MURALHA DIGITAL

PREFEITURA DE TERESINA PLEITEIA RECURSOS JUNTO AO BNDES PARA CONSTRUIR CENTRO DE COMANDO E CONTROLE DA VIOLÊNCIA NA CAPITAL

24/07/2019 12:29 - Atualizado em 24/07/2019 13:08

Samuel Silveira destaca construção de centro (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A Prefeitura de Teresina pleiteia junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um empréstimo de R$ 27 milhões para ampliação da estrutura de segurança na cidade. De acordo com o secretário de assistência social e cidadania da prefeitura, Samuel Silveira (PSDB), os recursos serão aplicados na implantação de um Centro de Comando e Controle da Violência. A estrutura será uma central de gerenciamento de vários órgãos.

"São R$ 27 milhões que nós pleiteamos junto ao BNDES. Basicamente, isso trará a perspectiva da criação, em definitivo, da sede da guarda municipal e compra de novos equipamentos. Desse valor, algo em torno de R$ 19 milhões vão ser dedicados exclusivamente para o avanço tecnológico, com a formação de um Centro de Comando e Controle. Esse centro abrangerá não apenas a Guarda Municipal, mas também a Defesa Civil, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Samu. Será um complexo à disposição da cidade, para ser a nossa parcela de contribuição para uma Teresina menos violenta", explicou o secretário.

MURALHA DIGITAL
De acordo com Samuel, o espaço físico já está avançado. O centro vai funcionar em frente à sede da Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte (Strans), uma das instituições parceiras. A expectativa é assinar o contrato com o BNDES até agosto, quando será lançado o embrião do Centro de Comando e Controle. A estrutura vai reforçar a chamada "muralha digital", a exemplo do que existe em cidades como Fortaleza, Curitiba e outras capitais.

"A partir disso, nós temos a expectativa de reduzir os índices de furto e roubo de veículos. E o mais importante: esse somatório de esforços com a intenção de ter uma cidade em que os teresinenses possam circular com a convicção de viver numa cidade melhor", falou.

UMA AJUDA PARA O ESTADO
Samuel lembrou que a Constituição prega que o protagonista na segurança pública deve ser o Estado. No entanto, disse que a população de Teresina clama por mais segurança e, por conta disso, o prefeito Firmino Filho (PSDB) decidiu aumentar a parcela de contribuição do município. Apesar de fazer o investimento na construção e implantação do centro, o Executivo Municipal tenta parceria para que o Estado ajude no custeio do novo equipamento público.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
NÃO ENCOSTA NA PAREDE
NÃO ENCOSTA NA PAREDE
WILSON E ZÉ FILHO DESMENTEM WELLINGTON DIAS
WILSON E ZÉ FILHO DESMENTEM WELLINGTON DIAS
SOBRINHO DE WILSON MARTINS VAI DEIXAR O PSB
SOBRINHO DE WILSON MARTINS VAI DEIXAR O PSB
FILIAÇÃO COM CARA DE CONVENÇÃO
FILIAÇÃO COM CARA DE CONVENÇÃO