Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
"ABUSO DA POLÍCIA DE MORO", DIZ PT NACIONAL

DIREÇÃO NACIONAL DO PT DIVULGA NOTA ONDE CONDENA AÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL COM BUSCAS DENTRO DA SEDE DO GOVERNO DO PIAUÍ

26/09/2019 18:17 - Atualizado em 26/09/2019 18:34

PF entrou no Palácio de Karnak, no Piauí (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A direção nacional do PT divulgou nesta quinta-feira (26) uma nota onde denuncia o que considera serem arbitrariedades e abusos cometidos pela Polícia Federal durante as buscas dentro do Palácio de Karnak, sede do governo do Piauí. A nota é assinada pela presidente nacional Gleisi Hoffmann e pelos líderes do partido na Câmara e no Senado.

O PT afirma que essa segunda fase da Operação Topique serviu de pretexto para uma ação espetacularizada e sem serventia, com objetivo de mobilizar a mídia e setores da oposição ao governo de Wellington Dias. O partido fala que agentes do Estado são usados com objetivos políticos, o que na visão dos petistas te sido marca do governo Bolsonaro.

Sem conhecer a realidade do Piauí, onde alunos de alguns municípios do interior não tiveram transporte escolar em 2019 e onde outros milhares são transportados de paus de arara, os dirigentes nacionais do PT ainda falam em avanços na educação no governo de Wellington Dias, algo que, na visão deles, coloca o Estado como referência nacional.

Por fim, a direção nacional do PT encerra a nota se solidarizando com o governador Wellington Dias diante do que considera ser perseguição e abusos contra o governo dele.

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA

O Partido dos Trabalhadores denuncia ao país os abusos e arbitrariedades cometidos pela Polícia Federal de Sérgio Moro contra a sede do governo do Estado do Piauí desde a manhã de quarta-feira (25/09), em Teresina, e em repartições estaduais no município de Luís Correia.

Uma investigação sobre servidores e fornecedores, para a qual o governo do Estado vem contribuindo com todas as informações solicitadas, serviu de pretexto para mais uma operação espetacularizada e sem serventia para as apurações, com o claro objetivo de mobilizar a mídia e os setores de oposição ao governo estadual.

A intolerável utilização de agentes e poderes de Estado com objetivos políticos tornou-se marca do governo Bolsonaro, especialmente do Ministério da Justiça sob comando de Sergio Moro, inimigo declarado do PT e de suas lideranças. Os abusos que muitas vezes contam com a conivência de setores do Judiciário já se fizeram sentir sobre os movimentos sociais, as universidades federais, o Congresso Nacional e atingem agora um governo estadual eleito e reeleito pela população.

Os avanços alcançados na área de Educação colocaram o governo do Piauí em posição de referência nacional e internacional. Por isso mesmo o governador Wellington Dias tem empenhado todos os esforços no bom funcionamento e no combate a desvios neste setor, escolhido como alvo das ações arbitrárias e midiáticas da polícia de Moro.

O PT está solidário com o companheiro Wellington Dias e com o povo do Piauí diante desta perseguição e dos abusos cometidos contra o governo estadual.

 Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT
 Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara dos Deputados
 Humberto Costa, líder do PT no Senado Federal

Brasília, 26 de setembro de 2019

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
BIVAR NEGOCIA FUSÃO DO PSL COM O PP; CIRO NEGA
BIVAR NEGOCIA FUSÃO DO PSL COM O PP; CIRO NEGA
ELMANO DEFENDE PRISÃO NA 2ª INSTÂNCIA
ELMANO DEFENDE PRISÃO NA 2ª INSTÂNCIA
DNIT VAI REPASSAR R$ 26 MILHÕES PARA O ESTADO
DNIT VAI REPASSAR R$ 26 MILHÕES PARA O ESTADO
FIRMINO ADMITE SAID ENTRE “CANDIDATÁVEIS”
FIRMINO ADMITE SAID ENTRE “CANDIDATÁVEIS”