Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
ADESÕES
PTC FILIA DEPUTADOS E SONHA ALTO PARA ELEIÇÕES

ESTRATÉGIA DO PARTIDO É FORMAR CHAPA PROPORCIONAL PARA ELEGER ATÉ TRÊS DEPUTADOS ESTADUAIS E UM FEDERAL

26/03/2018 15:50 - Atualizado em 26/03/2018 16:12

Deputados engrossam fileiras do PTC (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O Partido Trabalhista Cristão (PTC) filiou nesta segunda-feira (26) três deputados estaduais e um ex-deputado estadual. Assinaram a ficha de filiação os deputados Francis Lopes, que deixou o PRP; Henrique Rebêllo, que deixou o PT, e Antônio Félix, que se desligou do PSD. Também se filiou o ex-deputado Deusimar Brito, oTererê, que saiu do PSDB.

Em um evento bastante prestigiado no Plenarinho da Assembleia Legislativa, com as presenças de deputados de outras siglas e do senador Ciro Nogueira (Progressistas), os novos membros do PTC foram recebidos com festa. O presidente regional do partido, deputado estadual Evaldo Gomes, destacou o momento de crescimento vivido pela sigla no Piauí e apontou que a meta é aumentar a bancada de parlamentares na Assembleia.

Evaldo diz que momento é histórico (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

"Nós temos como meta a eleição de três deputados estaduais. E estamos muito confiantes que vamos também eleger um deputado federal. Então, para a gente, é um momento histórico. O momento agora é de receber adesões. Nós estamos construindo uma chapa onde todos terão a oportunidade de disputar de igual para igual. Para o partido, isso é interessante. Nós temos uma particularidade que nos diferencia de outros partidos: é de que no PTC você tem chance", falou.

Juntos, Francis Lopes, Henrique Rebêllo, Antônio Félix e Tererê tiveram mais de 70 mil votos nas eleições de 2014, quando nenhum deles foi eleito. No entanto, o três primeiros assumiram os mandatos na condição de suplentes. Henrique e Antônio Félix são os mais experientes.

Filiações tornam PTC mais forte para a eleição (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A ida dos deputados para o PTC faz parte da estratégia montada por Evaldo Gomes para viabilizar a formação da “chapinha”, coligação de partidos pequenos cujo objetivo é eleger candidatos com votações mais baixas, garantindo a sobrevivência política de alguns. Em 2014, por exemplo, o deputado estadual Dr. Hélio se elegeu no PTC com apenas 12.997 mil votos. Depois de eleito, ele saiu do partido e se filiou ao PR.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
INCOMODADO
W. DIAS PROMETE COMBATER LÍDERES DA OPOSIÇÃO
W. DIAS PROMETE COMBATER LÍDERES DA OPOSIÇÃO
EMPRÉSTIMO
WELLINGTON TENTA CONSERTAR FALA DE REJANE
WELLINGTON TENTA CONSERTAR FALA DE REJANE
TUCANOS
ELES SEGUEM AFASTADOS
ELES SEGUEM AFASTADOS
HOMENS DE FARDA
COMANDANTE DA PM ENALTECE PRÉ-CANDIDATURA DO CORONEL WAGNER TORRES
COMANDANTE DA PM ENALTECE PRÉ-CANDIDATURA DO CORONEL WAGNER TORRES