Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
ALEPI
PARA QUE ESSA AGONIAÇÃO TODA?

GOVERNADOR EVITA DAR POSICIONAMENTO SOBRE ELEIÇÃO NA ASSEMBLEIA E THEMÍSTOCLES DIZ QUE SÓ FALA SOBRE O TEMA EM JANEIRO

10/12/2018 20:48 - Atualizado em 10/12/2018 20:55

Wellington (de costas) conversou ao pé do ouvido com Themístocles após solenidade (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Ao final da solenidade de inauguração da nova sede do Fórum Eleitoral de Teresina nesta segunda-feira (10), o deputado estadual Themístocles Filho (MDB) teve uma breve conversa de pé de ouvido com o governador Wellington Dias (PT). Jornalistas esperaram o fim do diálogo e logo em seguida ambos foram questionados sobre a eleição na Assembleia.

Bem humorado, Themístocles evitou o assunto e pediu para os jornalistas deixarem de tanta agoniação em torno da sucessão do Parlamento Estadual. "Tudo isso eu só respondo em janeiro. Eu tô resolvendo outros assuntos e isso aí em janeiro a gente fala. Para que essa agoniação toda?", reagiu em tom descontraído.

Wellington também preferiu não se aprofundar no assunto, mas disse que ainda acredita em um consenso para evitar o confronto entre dois candidatos da sua base aliada. Ele acredita que somente em janeiro tudo será definido em torno de candidaturas e adiantou que vai dialogar sobre o tema, mas jogou para os deputados a palavra final.

"O diálogo nós teremos. Agora a palavra final é de cada um dos 30 parlamentares que têm direito ao exercício do voto. A escolha soberana será feita pelos 30 deputados e deputadas estaduais do parlamento piauiense", ressaltou o petista.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
NÃO SERIA BOM!
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
VEREADORES
CASAL NO PARLAMENTO
CASAL NO PARLAMENTO
CRÍTICA
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
OPINIÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO