Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
ESQUEMA GRANDIOSO
OPERAÇÃO TOPIQUE É PRIORIDADE NACIONAL

PROCURADORES E DELEGADOS FEDERAIS AFIRMAM QUE INVESTIGAÇÃO DE ESQUEMA CRIMINOSO NO TRANSPORTE ESCOLAR DO PIAUÍ TERÁ NOVAS FASES

29/01/2019 14:08 - Atualizado em 29/01/2019 14:29

Membros da Força Tarefa da Topique (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A operação Topique, conduzida pela Superintendência da Polícia Federal no Piauí e pelo Ministério Público Federal, está entre as prioridades nacionais no combate à corrupção. A informação foi dada nesta terça-feira (29) pelo delegado federal Leonardo Leite durante entrevista coletiva concedida pela Força Tarefa da Topique na sede do MPF-PI.

O esquema investiga um grupo criminoso responsável por desvios no transporte escolar que, segundo o MPF, podem chegar a centenas de milhões de reais. "Essa investigação da Polícia Federal no Piauí é de conhecimento da direção geral e está entre as investigações que são colocadas como prioridade do órgão a nível nacional", falou Leonardo Leite.

Delegado Leonardo Leite integra a equipe (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

Até agora, 22 pessoas foram denunciadas e as denúncias acolhidas pela Justiça. O procurador da República Marco Aurélio Adão, coordenador da Força Tarefa da Topique, disse que as investigações no Piauí fazem parte da Política Nacional de Combate à Corrupção e também apontou a Operação Topique como uma das prioridades do órgão.

Novas fases da operação vão ser deflagradas e outros investigados devem ser denunciados. Os delegados lembraram que boa parte do material apreendido pela Polícia Federal ainda será analisada e a partir deles podem decorrer as novas etapas da investigação. Para a PF, essa é uma das maiores operação policiais da história do Piauí.

Marco Aurélio coordena a Força Tarefa (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

"Serão abertas novas linhas de investigação. A ideia dos órgãos de persecução aqui irmanados é de que todos os fatos sejam devidamente apurados e comprovados. Encontramos dados que mostram pagamento de propinas a gestores públicos. Essa organização criminosa movimenta um volume de recursos muito expressivo. São centenas de milhões a estimativa dos custos de superfaturamento", afirmou Marco Aurélio Adão.

O procurador alertou que o andamento das investigações pode apontar a participação de mais pessoas no esquema, inclusive gestores e ex-gestores municipais, da Secretaria de Educação do Estado e mais servidores. "Se existir provas contra quem quer que seja, essas pessoas serão oportunamente denunciadas ou levadas às vias adequadas de investigação"..

Comentários (106)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
CORRENTE
POLITICAGEM NA EXPOSIÇÃO
POLITICAGEM NA EXPOSIÇÃO
PARTIDO
MAIS ESPAÇOS NO GOVERNO
MAIS ESPAÇOS NO GOVERNO
MUDANÇA
JOAQUIM DO ARROZ ANUNCIA DESFILIAÇÃO DO PRP
JOAQUIM DO ARROZ ANUNCIA DESFILIAÇÃO DO PRP
ATRITO
PEGOU OU NÃO PEGOU CARONA NO PROJETO?
PEGOU OU NÃO PEGOU CARONA NO PROJETO?