Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
O PIAUÍ DAS URGÊNCIAS QUE NÃO URGEM

GOVERNO ORIENTA TRAMITAÇÃO DE MATÉRIAS COM URGÊNCIA NA ALEPI, MAS PROBLEMAS QUE AFETAM DIRETAMENTE O POVO SÃO RESOLVIDOS A PASSOS DE TARTARUGA

04/12/2019 20:59 - Atualizado em 04/12/2019 21:21

O governador do Piauí, Wellington Dias (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O governador Wellington Dias (PT) mandou para a Assembleia Legislativa do Piauí a proposta de reforma da Previdência estadual. Não é uma proposta qualquer, afinal, ela altera a aposentadoria de professores, policiais militares e todos os servidores públicos estaduais.

Wellington ordenou aos seus 26 deputados que a matéria tramitasse em regime de urgência. Obedientes, eles cuidaram logo de votar a aprovar a tal urgência. A delicadeza da matéria parece não importar muito. O governo quer que ela passe como um jato na Assembleia.

Interessante lembrar que essa pressa tem virado praxe na gestão do petista. Quando envia pedidos de empréstimos, ele quer tramitação urgente. Quando mandou projeto para aumentar impostos dos combustíveis, fazendo a gasolina do Piauí ser uma das mais caras do país, o simpático governador também ordenou urgência na tramitação. Tudo é urgente.

Qualquer cidadão piauiense não seria prejudicado se essas matérias enviadas por Wellington deixassem de tramitar em regime de urgência na Assembleia. Por outro lado, muita coisa que realmente deveria ser urgente no Piauí não é. Pelo contrário, anda a passos de tartaruga.

Na Alepi, base do governo aprova todas as urgências (Foto:Jailson Soares/PoliticaDinamica)

Quem vê deputados governistas brigando com a oposição para aprovar regimes de urgência, não os vê brigando para resolver com urgência o caos em alguns hospitais regionais do Piauí. Esse tipo de urgência que interessa diretamente ao povo parece não interessar ao governo.

A mesma gestão que sempre pede urgência para aprovar empréstimos, não dá urgência para acabar com os paus de arara que carregam alunos no interior do Piauí. Essa urgência sim interessa a milhares de jovens que sofrem com o perigo, desconforto e poeira diariamente.

Essa mesma urgência também faltou para viabilizar a viagem do paciente que precisava fazer o transplante de rim em Fortaleza. A famigerada urgência também não existe para fazer a rodovia Transcerrado e acabar com o descaso que atormenta os produtores daquela região.

No Piauí onde as urgências do governo não interessam ao povo, o que realmente urge é a necessidade de resolver atrasos históricos e deixar o fim da fila do desenvolvimento. O que precisa ser urgente nesse estado é a eficiência administrativa e o fim da inoperância.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
STF NEGA PEDIDO DO PROGRESSISTAS PARA SUSPENDER PRAZO DE FILIAÇÕES
STF NEGA PEDIDO DO PROGRESSISTAS PARA SUSPENDER PRAZO DE FILIAÇÕES
VICE-PREFEITO DE TERESINA SE FILIA AO PSL
VICE-PREFEITO DE TERESINA SE FILIA AO PSL
O GRANDE DIA DO ABRAÇO
O GRANDE DIA DO ABRAÇO
WELLINGTON SUSPEITA DE TENTATIVA DE INTERVENÇÃO
WELLINGTON SUSPEITA DE TENTATIVA DE INTERVENÇÃO