Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
FÁBIO NOVO DIZ QUE ABREU NÃO CUMPRIU MISSÃO NA SEGURANÇA

PETISTA DEU NOTA CINCO PARA ABREU E DISSE QUE CANDIDATO DO PL A PREFEITO DE TERESINA PODERIA TER FEITO PAPEL MELHOR ENQUANTO SECRETÁRIO

28/10/2020 09:13 - Atualizado em 28/10/2020 09:28

Fábio Novo tem feito críticas à segurança (Fotos: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O deputado estadual e candidato a prefeito de Teresina pelo PT, Fábio Novo, disse na terça-feira (27) em entrevista à TV Meio Norte que Fábio Abreu, candidato a prefeito pelo PL, não conseguiu cumprir a missão dele na Secretaria de Segurança Pública do Piauí. Novo atribuiu nota 5 para Abreu e afirmou que ele poderia ter feito um papel melhor à frente da pasta.

“O Fábio Abreu é um deputado federal e eu dou nota cinco para ele também. Porque eu acredito que ele não conseguiu cumprir a missão dele à frente da Secretaria de Segurança Pública. Não depende só dele também, mas eu acho que ele poderia ter desempenhado melhor o papel [de secretário]”, avaliou o candidato petista.

Novo e Abreu são aliados do governo estadual e foram secretários no mesmo período, um na Segurança Pública e outro na Cultura. Agora, eles se enfrentam na disputa pela prefeitura de Teresina. Abreu está terceiro na maioria das pesquisas e Novo em quarto.

NOTA 5 TAMBÉM PARA KLEBER

Mas não foi apenas Fábio Abreu que ganhou nota 5 de Fábio Novo. Ele deu a mesma nota para o candidato tucano Kleber Montezuma. Novo justificou a nota dizendo que Kleber não conseguiu cumprir seu papel como secretário municipal de Educação. Para Novo, a educação da capital não é a “coca-cola toda” divulgada pela prefeitura.

Na mesma entrevista, ele deu nota 6 para Dr. Pessoa justificando que o candidato do MDB não conseguiu apresentar um programa bom para a cidade de Teresina.

Quando perguntado qual nota daria para si, Fábio Novo disse que não daria 10, mas falou que merece 8. Ele explicou que, na condição de secretário estadual de Cultura, conseguiu recuperar todos os equipamentos de cultura do Piauí e fazer uma política cultural para o Estado.

Comente!

ANTERIOR

ELEITO, ISMAEL SILVA VOLTA ÀS RUAS PARA ARRANCAR CARTAZES

PRÓXIMA

“ATÉ TU, SEBIM?”