Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
MOSQUITO, PITCHULA, HULK: OS POUCOS ‘ENGRAÇADOS’ QUE SE ELEGERAM NO PIAUÍ

MAIORIA DOS CANDIDATOS COM APELIDOS CÔMICOS ACABARAM DERROTADOS NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2020 NO ESTADO DO PIAUÍ

23/11/2020 12:50 - Atualizado em 23/11/2020 12:58

Resultado para candidatos cômicos não foi bom (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Apelidos esquisitos e engraçados não são trampolim para sucesso nas urnas. As eleições municipais de 2020 no Piauí mais uma vez mostraram isso. A maioria dos candidatos que foram para as urnas usando apelidos cômicos acabou fracassando.

Em 28 de setembro, o Política Dinâmica publicou reportagem com 22 candidatos que foram para as urnas com nomes exóticos. Entre os candidatos estavam Bilau, Cascavel do Piauí, Rato do Táxi, Seu Barriga, Mistereme, Pucata, Lobo Solitário, Mosquito, Doril e outros.

Porém, dos 22 candidatos elencados na reportagem, apenas três foram eleitos. Em Barro Duro, o candidato Pitchula (PSD) ganhou para vereador. Em Miguel Leão, Hulk (PTB) também garantiu vaga na Câmara Municipal. Em Floresta do Piauí, Mosquito (PTB) foi eleito vereador.

Todos os outros saíram derrotados. Na cidade de São José do Divino, a cantora trans Cascavel do Piauí (MDB) só teve 58 votos para vereadora e perdeu. Em Capitão de Campos, Silvestre Bolsonaro (Progressistas) também foi derrotado com apenas 12 votos. Já em Acauã, o candidato Bilau (PSD) só teve potencial para conquistar 66 votos e não foi eleito.

Comente!

ANTERIOR

AO POLÍTICA DINÂMICA, MINHA GRATIDÃO!

PRÓXIMA

WELLINGTON DIZ QUE SOLTURA DE PRESOS NA PANDEMIA FEZ AUMENTAR VIOLÊNCIA