Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
REAJUSTES
MILITARES APRESENTAM PROPOSTAS NO KARNAK

REPRESENTANTES DOS POLICIAIS MILITARES E DOS BOMBEIROS AGUARDAM RESPOSTA POSITIVA DO GOVERNO PARA A PRÓXIMA SEMANA

10/05/2018 11:43 - Atualizado em 10/05/2018 18:11

Secretários ouviram propostas da categoria (Foto: Divulgação/Assessoria R. Silva)

Representantes da categoria dos policiais e bombeiros militares foram recebidos em uma reunião na tarde da quarta-feira (9) no Palácio de Karnak. Na oportunidade, eles levaram ao governo do Estado propostas de melhorias para o segmento que reclama de defasagens e falta de estrutura. A categoria foi recebida por três secretários: Ariane Benigno, de Governo; Ricardo Pontes, de Administração e coronel Rubens, da Segurança Pública.

Um dos presentes no encontro representando os militares foi o vereador sargento R. Silva (Progressistas), crítico do governo Wellington Dias (PT) na Câmara Municipal de Teresina. 

“Nós cobramos o reajuste do auxílio alimentação, da diária do militar quando viaja em serviço e a reposição da inflação de 2015. Os secretários ficaram de analisar essas propostas e nos próximos dias, provavelmente na semana que vem, nós devemos fazer uma nova reunião para que o governo apresente proposta nesse sentido”, explicou.

Vereador diz que nova reunião deve ocorrer (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

A reposição da inflação de 2015, cujos valores o governo está devendo para a Polícia Militar e para o Corpo de Bombeiros, teve uma proposta de 10,69% apresentada pela categoria durante a reunião. Eles também pedem reajuste no auxílio alimentação, já que o valor pago atualmente é de apenas R$ 8,00 por refeição, bem abaixo dos preços atuais.

O pedido de reajuste das diárias de hospedagens pagas quando os policiais estão em serviço em outro município também tem como base a defasagem do valor atual. Hoje, o governo paga R$ 75 de hospedagem quando o militar está em viagem de trabalho. A categoria reclama que não existe nenhuma cidade onde o valor da hospedagem de 24 horas que seja menos de R$ 100.

Representantes de associações da Polícia Militar e dos Bombeiros também participaram do encontro. A categoria vem cobrando atenção da gestão estadual há muito tempo, alegando precárias condições de trabalho e falta de valorização profissional. Na Câmara Municipal de Teresina, são constantes os discursos do vereador sargento R. Silva criticando a situação.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
NÃO SERIA BOM!
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
VEREADORES
CASAL NO PARLAMENTO
CASAL NO PARLAMENTO
CRÍTICA
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
OPINIÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO