Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
OLHA A CARTA
MDB TAMBÉM PREPARA DOCUMENTO PARA W.DIAS

EMEDEBISTAS VÃO ELABORAR DOCUMENTO, MAS AO CONTRÁRIO DO QUE FEZ O PROGRESSISTAS, NÃO FARÃO LISTA DE TAREFAS PARA O GOVERNADOR

05/11/2018 14:30 - Atualizado em 05/11/2018 14:57

Cúpula do partido se reuniu nesta segunda (5) (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Depois do Progressistas de Ciro Nogueira entregar uma carta ao governador Wellington Dias (PT), agora será a vez do MDB. A informação é do senador eleito e presidente regional do partido, deputado Marcelo Castro. No entanto, o documento que será elaborado pelos emedebistas terá uma diferença daquele entregue por Ciro Nogueira e seus partidários.

Ao contrário da carta do Progressistas, que diz o que Wellington deve fazer para reduzir o tamanho da máquina pública, o MDB não vai elencar "uma lista de tarefas" para o governador. De acordo com Marcelo, o chefe do Executivo estadual é quem deve tomar as medidas necessárias, cabendo ao MDB o compromisso de apoiá-las.

"O documento que o MDB quer fazer é numa linha diferente. Nós achamos que isso é da competência do governador. Ele é quem deve tomar as iniciativas, como chefe do governo, e o MDB, de antemão, já assume o compromisso de apoiar essas medidas no sentido da contenção dos gastos, porque nós estamos passando por uma crise e ela poderá se acentuar. Então é de bom alvitre que a gente ponha as nossas barbas de molho e tome medidas preventivas para momentos difíceis que poderão vir", explicou Marcelo.

Marcelo assegura compromisso com W.Dias (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Na prática, o MDB vai alertar ao governador da necessidade da adoção de medidas, mas sem escancarar erros cometidos e nem dizer como ele deve proceder, a exemplo do que fez o Progressistas em sua carta entregue na última terça-feira (30). Desde já, os emedebistas asseguram que o partido apoiará Wellington na tomada das medidas que ele entender necessárias, descartando qualquer tom ameaçador e ou de pressão com relação ao petista.

"Nós queremos fazer um documento genérico sem dizer 'faça isso, faça aquilo, costure isso ou aquilo'. O governador é quem tem o comando e sabe como fazer. Nós, de antemão, já nos comprometemos de respaldar as medidas que ele vier a tomar para conter os gastos públicos", encerrou Marcelo após reunião da cúpula do partido nesta segunda-feira (5).

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
NÃO SERIA BOM!
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
VEREADORES
CASAL NO PARLAMENTO
CASAL NO PARLAMENTO
CRÍTICA
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
OPINIÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO