Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
VALENTIA E PERDA DE TEMPO

VEREADOR FICA INDIGNADO AO RECEBER NOTIFICAÇÃO SOBRE PEDIDO DE EXPULSÃO E ATACA A DIREÇÃO ESTADUAL DO PARTIDO. EVALDO RESPONDE

17/08/2019 10:44 - Atualizado em 17/08/2019 11:16

Evaldo diz que não vai perder tempo com o major (Fotos: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

O vereador Major Paulo Roberto reagiu com muita indignação ao recebimento de uma notificação sobre pedido de expulsão dele do Solidariedade. Logo após participar de sessão solene pelo aniversário de 167 anos de Teresina na Câmara Municipal na sexta-feira (16), ele atacou o presidente estadual do partido, deputado estadual Evaldo Gomes, e o filiado Sérgio Augusto Ribeiro Filho, que pediu a expulsão dele da legenda partidária.

Para Paulo Roberto, o autor do pedido de sua expulsão age a mando de Evaldo. Ele ainda afirmou que Sérgio ganhou um cargo na Fundação Wall Ferraz, pasta comandada pelo grupo de Evaldo na gestão do prefeito Firmino Filho (PSDB). O vereador diz que o cargo foi dado como bônus para que ele pedisse sua expulsão sob o argumento de infidelidade partidária. A direção do Solidariedade acusa o major de não ter votado nos nomes da legenda em 2018.

"De outubro até a data da denúncia se passaram nove meses. Isso é muito estranho. Por que ele não fez a denúncia depois de outubro. Qual a significância desse cidadão no partido¿ E o mais curioso é que esse homem foi agraciado pela Fundação Wall Ferraz, na qual o Evaldo Gomes hoje administra através do Scheyvan, com o um cargo de diretoria. Isso é um absurdo e o prefeito não pode nunca aceitar uma situação dessas. Foi dado de presente para esse cidadão insignificante no partido para que ele vá contra mim e pedir a minha expulsão. Eu acho isso uma indecência, uma imoralidade", disparou o parlamentar.

Major anda com fotos de Sérgio e Evaldo juntos (Foto: Gustavo Almeida/PoliticaDinamica)

Paulo Roberto alega que está no partido há muito mais tempo que Sérgio e que é inadmissível que ele chegue e ainda queira sua expulsão. "Isso é revoltante, é muito grave. Esse Sérgio precisa ser desmascarado e colocado no lugar dele. Eu estou aqui com as provas [de que ele é um laranja da direção do partido]. As provas estão aqui", afirmou o vereador mostrando fotos de Sérgio ao lado de Scheyvan Lima e Evaldo.

"NÃO VOU PERDER TEMPO COM ESSE VEREADOR"
Procurado pela reportagem do Política Dinâmica, o presidente estadual do partido, deputado Evaldo Gomes, disse que não vai perder o tempo dele com Paulo Roberto. Para Evaldo, o vereador deveria ir para a imprensa e dizer em quem ele votou para deputado estadual e federal nas eleições de 2018. O dirigente informou ainda que o pedido de expulsão é direção nacional e que o militante Sérgio apenas provocou.

"Ele está perdendo o tempo dele. Ele vai ter direito a defesa. O Sérgio é militante do partido e não tem ligação pessoal comigo, embora eu o conheça sim. Mas o Sérgio tem o CPF dele e o eu tenho o meu. Eu, como presidente, só tenho que conduzir o processo. Eu não vou perder meu tempo com o vereador não. Ele é livre e faz o que quiser. Ele nunca procurou a direção do partido. Por que ele não vai nos meios de comunicação e diz em que ele votou para estadual e federal? É um pedido da direção nacional. O Sérgio só deu entrada", falou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
GOVERNO PROMETE A LISTA
GOVERNO PROMETE A LISTA
PRB COGITA NOME DE SILAS FREIRE PARA PREFEITO
PRB COGITA NOME DE SILAS FREIRE PARA PREFEITO
SUBSERVIÊNCIA E OBEDIÊNCIA
SUBSERVIÊNCIA E OBEDIÊNCIA
ISADORA CORTEZ ALEGA SER VÍTIMA DE FAKE NEWS
ISADORA CORTEZ ALEGA SER VÍTIMA DE FAKE NEWS