Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
LUCIANO HANG TEVE AUXÍLIO EMERGENCIAL DE R$ 600 APROVADO

NA LISTA DOS BILIONÁRIOS DA FORBES, EMPRESÁRIO BOLSONARISTA DONO DAS LOJAS HAVAN FOI CADASTRADO E RECEBEU PRIMEIRA PARCELA DO AUXÍLIO

02/06/2020 15:39 - Atualizado em 02/06/2020 21:34

Sistema aponta que primeira parcela foi liberada (Foto: Pedro Ladeira/FolhaPress)

O vazamento de informações pessoais do presidente Jair Bolsonaro e aliados pelo grupo de hackers Anonymous acabou revelando que Luciano Hang – listado como bilionário pela Forbes – teve o auxílio emergencial de R$ 600 aprovado. A informação é da Veja.

Os hackers tentaram usar nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe do empresário para cadastrá-lo na lista de beneficiários do “coronavoucher”. Mas, na hora de preencher os dados, a Caixa informou que Hang já estava cadastrado – e recebeu a primeira parcela de R$ 600.

O “coronavoucher” é concedido a microempreendedores individuais, trabalhadores sem carteira assinada, autônomos que contribuem para o INSS e inscritos no programa Bolsa Família. A lei não inclui bilionários carecas entre os beneficiários do auxílio.

Em nota, o dono das lojas Havan condenou o vazamento de dados e pediu que a Polícia Federal investigue o caso, tanto pela divulgação de informações pessoais dele como também no cadastro do auxílio, segundo ele, indevido. Hang alega ser vítima de uma fraude e diz que se sente lesado.

ANTERIOR

CONSELHEIRO LUCIANO NUNES TESTA POSITIVO PARA COVID-19

PRÓXIMA

NOVO PRESIDENTE DO PT VAI SER UM DEPUTADO ESTADUAL