QUATRO MUNICÍPIOS DO PIAUÍ DEVEM TER CANDIDATO ÚNICO A PREFEITO

EM UM DELES, PREFEITO DIZ QUE SUCESSO NA ARTICULAÇÃO POLÍTICA SE DEVE AO FATO DE TER GOVERNADO SEM DIVISÃO POLÍTICO-PARTIDÁRIA

Gustavo Almeida Gustavo Almeida
22/09/2020 15:04 - Atualizado em 22/09/2020 15:16

A cidade de Caridade do Piauí, no sertão do Estado (Foto: Reprodução/Facebook)

O Piauí deve ter candidatos únicos a prefeito em quatro dos 224 municípios. Um deles é Caridade do Piauí, situado a 458 km de Teresina. Lá, o atual prefeito Antoniel de Sousa Silva, o Toninho de Caridade (PSD), não terá adversários na disputa da reeleição. 

Toninho se elegeu prefeito em 2016 e ao longo do mandato conseguiu a adesão de vários políticos que foram oponentes dele na eleição. Além disso, o prefeito afirma que sua gestão tem 86% de aprovação, fato que ajudou a inibir o ímpeto dos poucos opositores de irem pra disputa.

Desde 2018, Toninho tem o apoio de todos os nove vereadores do município, não restando nenhum parlamentar na oposição. O candidato que perdeu para ele em 2016 não aderiu à situação, mas parte considerável do grupo mudou de lado e agora está com Toninho.

O prefeito Toninho de Caridade (PSD) será candidato único (Foto: Reprodução/Facebook)

Em entrevista ao Política Dinâmica, o gestor afirmou que o êxito na articulação política se deve também ao fato de sua gestão ter sido tocada sem divisão política.

“[Atribuo] ao trabalho desenvolvido durante esses quatro anos de mandato. Muita dedicação e trabalhamos de forma igualitária, sem divisão político-partidária. Estamos com aprovação de 86%”, afirmou o prefeito.

SITUAÇÃO É A MESMA EM OUTRAS CIDADES

Além de Caridade, outros três municípios do Piauí também devem ter candidaturas únicas para prefeito. São eles: Jurema, Santo Inácio do Piauí e Simões. Nessas cidades, apenas um candidato teve o nome homologado em convenção, cujo prazo para realização se encerrou no dia 16.

Em Jurema, a 580 km de Teresina, o atual prefeito Elder Rocha (PT) tem direito à reeleição, mas declarou apoio à ex-adversária que ele derrotou em 2016. Com isso, a advogada Kaylanne Oliveira (MDB) terá caminho livre para a vitória em 15 de novembro. Ela perdeu as duas últimas eleições para prefeito, incluindo a última para Elder, hoje seu aliado.

Prefeito Elder (de vermelho) vai apoiar Kaylanne (de verde) (Foto: Reprodução/Convenção)

"É algo que vai ficar para a história do nosso município. Ao invés de fazer uma briga na qual todos sairiam perdendo, principalmente o município, estamos unindo nossas forças para fazer Jurema cada dia melhor", disse o prefeito ao lado de Kaylanne durante a convenção.

Em Santo Inácio do Piauí, a 382 km de Teresina, o prefeito Tairo Mesquita (Republicanos) foi único a realizar convenção e apresentar candidatura a prefeito. Tairo é vice-presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM) e vai para a reeleição sem adversários. Em 2016, ele foi eleito com ampla maioria, chegando a quase 70% dos votos válidos.

Tairo Mesquita, prefeito de Santo Inácio do Piauí (Foto: Reprodução/Facebook)

O outro caso de candidatura única deverá ser em Simões, município distante 450 km de Teresina. Lá, o atual prefeito José Ulisses (Progressistas) vai para a reeleição sem se preocupar com adversários. Apenas ele homologou candidatura para prefeito em convenção partidária.

Comente!

ANTERIOR

OPINAR: DR. PESSOA TEM 34%, KLEBER ATINGE 20%

PRÓXIMA

AMOSTRAGEM: DR. PESSOA 28,43%, KLEBER 23,14%