Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
IMPRENSA DIZ QUE PIAUIENSE É O ESCOLHIDO DE BOLSONARO PARA O STF

MAGISTRADO DE 48 ANOS, FORMADO PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ, ENTRA NO PÁREO PARA ASSUMIR VAGA NA SUPREMA CORTE DO PAÍS

30/09/2020 12:25 - Atualizado em 30/09/2020 16:03

Kassio Nunes Marques nasceu em Teresina (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O desembargador federal piauiense Kássio Nunes Marques, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), é cotado para assumir a vaga do ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta quarta-feira (30), alguns jornalistas de renome nacional deram como definida a escolha do magistrado piauiense para o posto.

O jornalista Lauro Jardim deu a informação em primeira mão no O Globo. No site BR Político, a jornalista Vera Magalhães disse que confirmou a notícia dada por Jardim e acrescentou que a escolha de Kássio já foi informada pelo Palácio do Planalto ao ministros do STF. 

Segundo ela, o comunicado foi feito pelo ministro Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência, um dos anteriormente cotados para o posto. Ainda conforme a jornalista, na conversa o ministro informou aos integrantes da mais alta Corte do País que o presidente Jair Bolsonaro havia se decidido e faria o anúncio muito em breve.

Vera disse ainda que a indicação do piauiense surpreendeu os ministros do STF com os quais ela conversou. Isso porque Nunes era cotadíssimo para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ele é considerado equilibrado e discreto, e sua nomeação foi bem recebida entre os futuros pares.

Os que vinham sendo cotados eram os ministros Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência, e André Mendonça, da Justiça. Além deles, também era cotado o procurador-geral da República, Augusto Aras, que trabalhava abertamente para tentar conseguir a indicação.

TRAJETÓRIA

Kássio Nunes Marques tem 48 anos e nasceu em Teresina no dia 16 de maio de 1972. Graduou-se em Direito pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), especializou-se em Processo e Direito Tributário, pela Universidade Federal do Ceará (UFCE), e é mestre em Direito Constitucional, pela Universidade Autônoma de Lisboa. 

Na carreira de advogado ocupou diversos cargos na Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do Piauí (OAB-PI) e foi suplente do Conselho Federal da OAB. Ainda no Conselho Federal, integrou a Comissão Nacional de Direito Eleitoral e Reforma Política. Em maio de 2008, tornou-se juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE/PI).

Em 2011 tomou posse como desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). 

Comente!

ANTERIOR

KASSIO MARQUES É APROVADO NO PLENÁRIO DO SENADO

PRÓXIMA

EM JUNHO, VEREADOR CAIO BUCAR ALERTOU