NOTÍCIAS

HÁ 88 ANOS, MULHERES CONQUISTAVAM DIREITO AO VOTO

NO PIAUÍ, PRIMEIRA MULHER FOI ELEITA DEPUTADA ESTADUAL EM 1970. ESTADO TAMBÉM TEVE MULHER NA ASSEMBLEIA CONSTITUINTE DE 1988

24/02/2020 11:46

Foto histórica da bancada feminina na época da Assembleia Nacional Constituinte de 1988 (Foto: Arquivo/Câmara dos Deputados)

No dia 24 de fevereiro de 1932, as mulheres conquistavam o direito ao voto no Brasil. A luta feminina pela participação nas eleições já durava 40 anos. Em 1891, uma proposta de emenda à Constituição tentou instituir o voto feminino no país, mas foi rejeitada. Somente quatro décadas mais tarde, o voto finalmente foi assegurado para as mulheres no Brasil.

A conquista de 1932 foi consolidada nas eleições para a Assembleia Nacional Constituinte em 1933, quando a mulher votou e pode ser votada pela primeira vez. Passados 88 anos, a participação feminina na política brasileira é bastante significativa, mas elas ainda buscam ampliar a presença nos espaços de poder. Hoje, as mulheres são 15% do Congresso Nacional.

MULHERES NA POLÍTICA DO PIAUÍ

No Piauí, a primeira mulher a ser eleita deputada estadual foi Josefina Ferreira da Costa, em 1970. Filiada à Arena e mulher de ex-deputado estadual, ela teve 6.335 votos na época.

Josefina Ferreira foi a 1ª deputada estadual do PI (Foto: Reprodução/Internet)

Josefina tem hoje 91 anos e vive no município de São João do Piauí, distante 486 km de Teresina.

Já a primeira mulher eleita deputada federal no Piauí foi Myrian Portella, em 1986. Filiada ao PDS e mulher do ex-governador Lucídio Portella, Myrian foi deputada constituinte e integrou a bancada de 25 mulheres no Congresso Nacional naquela legislatura.

Myrian Portella foi a primeira deputada federal do PI (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

QUADRO ATUAL

Atualmente, as mulheres representam 40% da bancada de deputados federais piauiense. Entre os 10 deputados do Piauí eleitos em 2018 estão: Marina Santos (Solidariedade), Margarete Coelho (Progressistas), Iracema Portella (Progressistas) e Rejane Dias (PT).

Já na Assembleia Legislativa, as mulheres representam menos de 15% da bancada titular. Dos 30 deputados, apenas Lucy Soares (Progressistas), Teresa Britto (PV), Flora Izabel (PT) e Janaínna Marques (PTB) foram eleitas em 2018. Atualmente, outras duas mulheres exercem mandato na condição de suplentes: Belê Medeiros (Progressistas) e Elisângela Moura (PCdoB).

Além das representantes nas bancadas federal e estadual, o Piauí também tem Regina Sousa (PT), eleita vice-governadora na chapa de Wellington Dias (PT) em 2018.

Nos municípios do Piauí, as mulheres comandam somente 9,82% das prefeituras. Das 224 cidades piauienses, apenas 22 têm mulheres como prefeitas.

Comente