Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
HÁ 88 ANOS, MULHERES CONQUISTAVAM DIREITO AO VOTO

NO PIAUÍ, PRIMEIRA MULHER FOI ELEITA DEPUTADA ESTADUAL EM 1970. ESTADO TAMBÉM TEVE MULHER NA ASSEMBLEIA CONSTITUINTE DE 1988

24/02/2020 11:46 - Atualizado em 24/02/2020 13:12

Foto histórica da bancada feminina na época da Assembleia Nacional Constituinte de 1988 (Foto: Arquivo/Câmara dos Deputados)

No dia 24 de fevereiro de 1932, as mulheres conquistavam o direito ao voto no Brasil. A luta feminina pela participação nas eleições já durava 40 anos. Em 1891, uma proposta de emenda à Constituição tentou instituir o voto feminino no país, mas foi rejeitada. Somente quatro décadas mais tarde, o voto finalmente foi assegurado para as mulheres no Brasil.

A conquista de 1932 foi consolidada nas eleições para a Assembleia Nacional Constituinte em 1933, quando a mulher votou e pode ser votada pela primeira vez. Passados 88 anos, a participação feminina na política brasileira é bastante significativa, mas elas ainda buscam ampliar a presença nos espaços de poder. Hoje, as mulheres são 15% do Congresso Nacional.

MULHERES NA POLÍTICA DO PIAUÍ

No Piauí, a primeira mulher a ser eleita deputada estadual foi Josefina Ferreira da Costa, em 1970. Filiada à Arena e mulher de ex-deputado estadual, ela teve 6.335 votos na época.

Josefina Ferreira foi a 1ª deputada estadual do PI (Foto: Reprodução/Internet)

Josefina tem hoje 91 anos e vive no município de São João do Piauí, distante 486 km de Teresina.

Já a primeira mulher eleita deputada federal no Piauí foi Myrian Portella, em 1986. Filiada ao PDS e mulher do ex-governador Lucídio Portella, Myrian foi deputada constituinte e integrou a bancada de 25 mulheres no Congresso Nacional naquela legislatura.

Myrian Portella foi a primeira deputada federal do PI (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica)

QUADRO ATUAL

Atualmente, as mulheres representam 40% da bancada de deputados federais piauiense. Entre os 10 deputados do Piauí eleitos em 2018 estão: Marina Santos (Solidariedade), Margarete Coelho (Progressistas), Iracema Portella (Progressistas) e Rejane Dias (PT).

Já na Assembleia Legislativa, as mulheres representam menos de 15% da bancada titular. Dos 30 deputados, apenas Lucy Soares (Progressistas), Teresa Britto (PV), Flora Izabel (PT) e Janaínna Marques (PTB) foram eleitas em 2018. Atualmente, outras duas mulheres exercem mandato na condição de suplentes: Belê Medeiros (Progressistas) e Elisângela Moura (PCdoB).

Além das representantes nas bancadas federal e estadual, o Piauí também tem Regina Sousa (PT), eleita vice-governadora na chapa de Wellington Dias (PT) em 2018.

Nos municípios do Piauí, as mulheres comandam somente 9,82% das prefeituras. Das 224 cidades piauienses, apenas 22 têm mulheres como prefeitas.

Notícias relacionadas
MARGARETE CELEBRA ANIVERSÁRIO DO PARQUE SERRA DA CAPIVARA
MARGARETE CELEBRA ANIVERSÁRIO DO PARQUE SERRA DA CAPIVARA
PREFEITURA DE DOM INOCÊNCIO ANUNCIA LOCKDOWN
PREFEITURA DE DOM INOCÊNCIO ANUNCIA LOCKDOWN
PROFISSIONAIS DE SAÚDE AMEAÇAM ENTREGAR CARGOS EM FLORIANO
PROFISSIONAIS DE SAÚDE AMEAÇAM ENTREGAR CARGOS EM FLORIANO
CONVENÇÕES VIRTUAIS: SEM FESTA NO INTERIOR
CONVENÇÕES VIRTUAIS: SEM FESTA NO INTERIOR