Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
PD NO DIÁRIO DO POVO
FIRMINO E MARDEN DISCORDAM SOBRE PESQUISA

ENQUANTO O PREFEITO QUER FAZER PESQUISA PARA DEFINIR CANDIDATURA, MARDEN ACREDITA QUE LUCIANO NUNES JÁ ESTÁ CONSOLIDADO COMO OPÇÃO DO PARTIDO

20/02/2018 08:10 - Atualizado em 20/02/2018 08:26

PESQUISA 

O prefeito Firmino Filho (PSDB) defendeu ontem (19) a adoção de pesquisas como critério para definir a candidatura tucana ao governo do Piauí. Segundo ele, é preciso saber o que o povo quer antes de lançar uma candidatura a governador do estado.

REAÇÃO 

O deputado estadual Marden Menezes (PSDB) não gostou nada da ideia de Firmino. Para ele, a fala do prefeito é inoportuna, uma vez que o também tucano Luciano Nunes já está em pré-campanha para o governo do Piauí. Marden afirma que Luciano é o pré-candidato tucano para concorrer ao Karnak e está engajado nisso.

DEVE APOIAR

Marden lembra que no ano passado os deputados do PSDB foram até Firmino saber se ele iria sair candidato a governador e a reposta foi que a candidatura seria quase impossível. Por conta disso, o deputado afirma que Firmino precisa apoiar "decididamente" a pré-candidatura de Luciano, porque é ele que representa o novo, tem bom perfil e está sendo bem aceito.

PESQUISA DE TODO JEITO

O deputado tucano ainda criticou as pesquisas que são feitas no Piauí. Para ele, existe pesquisa de todo jeito em nosso Estado e a maioria delas não está acertando. Ao contrário de Firmino, Marden diz que pesquisa é irrelevante para balizar lançamento de candidatura.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
ALFINETADA
NO TWITTER, FHC CRITICA BOLSONARO
NO TWITTER, FHC CRITICA BOLSONARO
ROUBO NA MERENDA
PF VAI APURAR EMPENHOS EMITIDOS ATÉ 2018
PF VAI APURAR EMPENHOS EMITIDOS ATÉ 2018
ALIADO
HENRIQUE PIRES SAI EM DEFESA DE TEMER
HENRIQUE PIRES SAI EM DEFESA DE TEMER
PRISÃO
PARA REGINA, HÁ PROVAS CONTRA TEMER; CONTRA LULA, NÃO
PARA REGINA, HÁ PROVAS CONTRA TEMER; CONTRA LULA, NÃO