Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
FILHO DE BOLSONARO POSTA VÍDEO DE LOJISTA PRESO EM TERESINA

IMAGENS DE COMERCIANTE PIAUIENSE SENDO DERRUBADO E ALGEMADO POR POLICIAIS POR DESCUMPRIMENTO DE DECRETO ESTÃO RODANDO O PAÍS

21/04/2020 11:36 - Atualizado em 21/04/2020 12:13

Deputado federal compartilhou vídeo (Foto: Reprodução/Agência Brasil)

O vídeo onde um pequeno comerciante de Teresina aparece sendo vítima de uma ação truculenta de policiais militares acompanhados de fiscais da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) ganhou repercussão nacional. O caso aconteceu na manhã da segunda-feira (20) no bairro Parque Piauí, Zona Sul de Teresina. 

Agentes da Polícia Militar e fiscais da prefeitura fiscalizavam cumprimento de decretos do prefeito Firmino Filho (PSDB) e do governador Wellington Dias (PT) sobre o fechamento do comércio devido à pandemia da Covid-19. O lojista chegou a bater boca com os agentes e fechou a loja. Mesmo assim, foi derrubado, algemado e levado para a Central de Flagrantes.

Ainda na noite da terça-feira (20), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente Jair Bolsonaro, compartilhou o vídeo em seu perfil no Twitter. "Nunca imaginei que veria no Brasil pessoas indo presas por trabalhar...", escreveu o deputado.

As imagens rodaram o país e vários políticos condenaram o ato. O ministro da Educação Abraham Weintraub também compartilhou o vídeo. "Respeito ao cidadão que estava trabalhando? Direitos humanos? Compaixão? Piedade? Nada disso existe quando a esquerda governa. Como o Brasil estaria caso o presidente fosse do PT/PSDB?", escreveu.

O lojista chegou a passar mal durante a abordagem. Populares se aglomeraram ao redor e gritaram indignados para que os policiais militares parassem. A Polícia Militar justificou que a condução do comerciante para a Central de Flagrantes se deu por desacato e desobediência.

Lojista foi derrubado e algemado por PMs em Teresina (Foto: Reprodução)

PREFEITO PEDE DESCULPAS

Ainda na segunda-feira, o prefeito de Teresina, Firmino Filho, se manifestou sobre o episódio. O tucano considerou que houve excesso dos agentes durante a fiscalização e disse que determinou apuração do caso. Segundo ele, as fiscalizações devem acontecer de forma respeitosa, não sendo permitidas arbitrariedades justamente nesse momento difícil.

GOVERNADOR CONDENA EXCESSOS

O governador Wellington Dias também se manifestou sobre a abordagem. O petista reforçou a necessidade do trabalho da PM no cumprimento dos decretos, mas disse que excessos não podem ser admitidos. Ele cobrou prudência e equilíbrio para que todos possam superar a crise da melhor maneira. Ainda conforme o governador, as imagens do ocorrido no Parque Piauí foram encaminhadas para análise e procedimentos legais por parte da Corregedoria da PM-PI.

O Comando-Geral da Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública do Piauí também divulgaram notas onde prometem apurar a conduta dos policiais na abordagem.

Notícias relacionadas
MARGARETE CELEBRA ANIVERSÁRIO DO PARQUE SERRA DA CAPIVARA
MARGARETE CELEBRA ANIVERSÁRIO DO PARQUE SERRA DA CAPIVARA
PREFEITURA DE DOM INOCÊNCIO ANUNCIA LOCKDOWN
PREFEITURA DE DOM INOCÊNCIO ANUNCIA LOCKDOWN
PROFISSIONAIS DE SAÚDE AMEAÇAM ENTREGAR CARGOS EM FLORIANO
PROFISSIONAIS DE SAÚDE AMEAÇAM ENTREGAR CARGOS EM FLORIANO
CONVENÇÕES VIRTUAIS: SEM FESTA NO INTERIOR
CONVENÇÕES VIRTUAIS: SEM FESTA NO INTERIOR