Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
FILHO DE BOLSONARO POSTA VÍDEO DE LOJISTA PRESO EM TERESINA

IMAGENS DE COMERCIANTE PIAUIENSE SENDO DERRUBADO E ALGEMADO POR POLICIAIS POR DESCUMPRIMENTO DE DECRETO ESTÃO RODANDO O PAÍS

21/04/2020 11:36 - Atualizado em 21/04/2020 12:13

Deputado federal compartilhou vídeo (Foto: Reprodução/Agência Brasil)

O vídeo onde um pequeno comerciante de Teresina aparece sendo vítima de uma ação truculenta de policiais militares acompanhados de fiscais da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) ganhou repercussão nacional. O caso aconteceu na manhã da segunda-feira (20) no bairro Parque Piauí, Zona Sul de Teresina. 

Agentes da Polícia Militar e fiscais da prefeitura fiscalizavam cumprimento de decretos do prefeito Firmino Filho (PSDB) e do governador Wellington Dias (PT) sobre o fechamento do comércio devido à pandemia da Covid-19. O lojista chegou a bater boca com os agentes e fechou a loja. Mesmo assim, foi derrubado, algemado e levado para a Central de Flagrantes.

Ainda na noite da terça-feira (20), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente Jair Bolsonaro, compartilhou o vídeo em seu perfil no Twitter. "Nunca imaginei que veria no Brasil pessoas indo presas por trabalhar...", escreveu o deputado.

As imagens rodaram o país e vários políticos condenaram o ato. O ministro da Educação Abraham Weintraub também compartilhou o vídeo. "Respeito ao cidadão que estava trabalhando? Direitos humanos? Compaixão? Piedade? Nada disso existe quando a esquerda governa. Como o Brasil estaria caso o presidente fosse do PT/PSDB?", escreveu.

O lojista chegou a passar mal durante a abordagem. Populares se aglomeraram ao redor e gritaram indignados para que os policiais militares parassem. A Polícia Militar justificou que a condução do comerciante para a Central de Flagrantes se deu por desacato e desobediência.

Lojista foi derrubado e algemado por PMs em Teresina (Foto: Reprodução)

PREFEITO PEDE DESCULPAS

Ainda na segunda-feira, o prefeito de Teresina, Firmino Filho, se manifestou sobre o episódio. O tucano considerou que houve excesso dos agentes durante a fiscalização e disse que determinou apuração do caso. Segundo ele, as fiscalizações devem acontecer de forma respeitosa, não sendo permitidas arbitrariedades justamente nesse momento difícil.

GOVERNADOR CONDENA EXCESSOS

O governador Wellington Dias também se manifestou sobre a abordagem. O petista reforçou a necessidade do trabalho da PM no cumprimento dos decretos, mas disse que excessos não podem ser admitidos. Ele cobrou prudência e equilíbrio para que todos possam superar a crise da melhor maneira. Ainda conforme o governador, as imagens do ocorrido no Parque Piauí foram encaminhadas para análise e procedimentos legais por parte da Corregedoria da PM-PI.

O Comando-Geral da Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública do Piauí também divulgaram notas onde prometem apurar a conduta dos policiais na abordagem.

Notícias relacionadas
PREFEITO REDUZ SALÁRIO DE PROFESSORES CONTRATADOS EM 35%
PREFEITO REDUZ SALÁRIO DE PROFESSORES CONTRATADOS EM 35%
LULA MANDA BOLSONARO FAZER SOPA DE CLOROQUINA
LULA MANDA BOLSONARO FAZER SOPA DE CLOROQUINA
“FUXICO NÃO VAI NOS SEPARAR”
“FUXICO NÃO VAI NOS SEPARAR”
NOVO HOSPITAL DE PICOS: UMA DÉCADA DE DESCASO
NOVO HOSPITAL DE PICOS: UMA DÉCADA DE DESCASO