Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
ELEIÇÃO ALEPI
FARPAS, DESISTÊNCIA E RENDIÇÃO: O FIM DA NOVELA

APÓS MESES DE DISPUTA PELA PRESIDÊNCIA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, PARTIDOS ENTRAM EM ACORDO E VÃO APOIAR THEMÍSTOCLES FILHO NO DIA 1º

30/01/2019 13:43 - Atualizado em 30/01/2019 14:14

Eleição na Alepi terá chapa única (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Depois de intensos debates, trocas de farpas, indiretas e picuinhas, chegou ao fim a novela sobre a eleição mesa diretora da Assembleia Legislativa do Piauí. Nesta quarta-feira (30), os deputados estaduais entraram em acordo e decidiram formar uma chapa de consenso.

Ao pé da letra, esse consenso pode ser interpretado como uma espécie de rendição. Só existiu porque um dos lados percebeu que não tinha chances e optou por evitar a derrota.

Hélio Isaías, deputado boa praça, e o seu partido, o Progressistas, desistiram de enfrentar Themístocles Filho (MDB). Pelo menos publicamente, a quarta-feira termina com todos os deputados "muy amigos", deixando para trás as farpas que trocaram nos últimos meses. De adversários na disputa, Progressistas e MDB passam a compor a mesma chapa.

Themístocles agora tem caminho livre (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O PR, aliado de primeira hora de Themístocles, abriu mão da 1ª vice-presidência para acomodar o até ontem adversário grupo do Progressistas. O deputado Fernando Monteiro, que ainda está filiado ao PRTB, foi escolhido para o posto, mas na cota do Progressistas, partido ao qual ele vai se filiar tão logo a Justiça Eleitoral abra a janela partidária.

Para que houvesse esse acordo, o governador Wellington Dias (PT) interferiu mesmo estando fora do Piauí. Ligou para Fábio Xavier, presidente do PR, e pediu que ele cedesse. Ciro Nogueira também participou das conversas depois de disparar uma sequência de tuítes jogando a toalha e reconhecendo que perdeu a queda de braço com Themístocles.

Hélio desistiu e vai apoiar Themístocles (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Ao final da manhã desta quarta-feira, ninguém criticava mais ninguém. É como se a disputa nunca tivesse existido. Prova disso é que João Mádison (MDB) até elogiou Assis Carvalho (PT). Na mistura entre vencedores e rendidos, a chapa ficou assim:

Presidente: Themístocles Filho (MDB)
1º vice-presidente: Fernando Monteiro (PRTB)
2º vice-presidente: Dr. Hélio Oliveira (PR)
3º vice-presidente: Evaldo Gomes (PTC)
4º vice-presidente: Firmino Paulo (Progressistas)
1º secretário: Fábio Novo (PT)
2º secretário: Marden Menezes (PSDB)
3º secretário: Flávio Nogueira Júnior (PDT)
4º secretário: Coronel Carlos Augusto (PR)

Comentários (38)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
DEPUTADOS ESTADUAIS
80% DA ASSEMBLEIA DO PI TORCE PARA TIMES DO RIO
80% DA ASSEMBLEIA DO PI TORCE PARA TIMES DO RIO
EMPRESA DOS IRMÃOS
"NÃO SOU SÓCIO E NÃO TENHO NADA A VER"
LUTO
MORRE O VICE-PREFEITO DE OEIRAS
MORRE O VICE-PREFEITO DE OEIRAS
COERÊNCIA
MARCELO NÃO QUER INDICAR CARGOS FEDERAIS
MARCELO NÃO QUER INDICAR CARGOS FEDERAIS