Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
ENXUGANDO O SUOR

WELLINGTON INICIA O 4º MANDATO DE GOVERNADOR DO PIAUÍ EM SITUAÇÃO BEM MAIS ADVERSA DO QUE NAS OCASIÕES ANTERIORES E VAI PRECISAR DE LENÇO

15/03/2019 18:50 - Atualizado em 15/03/2019 19:15

Suor de W.Dias foi enxugado por Rejane (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Durante comemoração alusiva ao aniversário dos seus 57 anos de idade nesta sexta-feira (15), no Lar da Esperança, em Teresina, o governador Wellington Dias (PT) agradeceu pela vida e fez uma oração ao lado de amigos, parentes e políticos aliados. O aniversário dele foi no dia 5 de março, mas como o petista estava fora do País, celebrou hoje na instituição de caridade.

Em um certo momento, Wellington teve o suor do rosto enxugado pela primeira-dama e deputada federal Rejane Dias (PT), sua companheira há 29 anos. Iniciando seu quarto mandato como governador do Piauí, ele certamente precisará de muitos lenços para enxugar o suor. Pelas circunstâncias, esse talvez seja o começo de governo mais difícil para o petista.

É a primeira vez que ele começa uma gestão no Piauí sem que tenha um presidente da República do PT. Pelo contrário, tem no Planalto um algoz declarado do seu partido, ainda que questões administrativas devam [e devem] estar acima de diferenças partidárias. Além disso, recebe um Estado acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Não é a 1ª vez, mas esse ano tem uma particularidade: ele recebe dele mesmo, já que foi reeleito.

Dias inicia o quarto mandato sendo obrigado a fazer uma reforma administrativa que desafogue pelo menos minimamente o tamanho da máquina estadual que ele tanto aumentou ao longo de suas últimas gestões. Não faz isso com muito gosto, mas sim porque é obrigado e não vê outra saída, afinal, se ele pudesse criaria muito mais cargos para distribuir a aliados e saía por aí assinando autorizações “a torto e a direito”, como sempre fez.

No começo desta semana, assinou um decreto suspendendo qualquer nova ordem de serviço para obras em todo o Piauí, uma medida bastante indesejada para um gestor público que está começando um governo onde o povo sonha com realizações. Por todo o Estado, até mesmo boa parte das obras que já têm ordens de serviço assinadas não prospera.

Além disso, o 4ª mandato do petista inicia convivendo com a sombra da Operação Topique, cuja força-tarefa da Polícia Federal investiga um dos maiores esquemas de corrupção da história do Piauí, com ramificações dentro da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), comandada pela primeira-dama nos últimos anos. Wellington, de fato, precisará mesmo ter o suor enxugado. E Rejane, que hoje enxugou, também poderá precisar ter o gesto retribuído.

Comentários (265)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
RUMO À CHINA
RUMO À CHINA
TÍTULO DE CIDADANIA PARA MARIA DA PENHA
TÍTULO DE CIDADANIA PARA MARIA DA PENHA
CRISTO APOIANDO JUDAS?
CRISTO APOIANDO JUDAS?
TEM JABUTI NO PROJETO
TEM JABUTI NO PROJETO