Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
DE FASCISTA A PARCEIRO

EMPOLGADO COM AGENDA DE BOLSONARO NO PIAUÍ, SENADOR CIRO NOGUEIRA FINGE NÃO LEMBRAR QUE HÁ POUCO TEMPO O CHAMAVA DE FASCISTA

30/07/2020 10:19 - Atualizado em 30/07/2020 10:41

Antes um fascista, agora um parceiro (Fotos: Jailson Soares/PD | Antônio Cruz/AgBrasil)

O senador Ciro Nogueira (Progressistas) está feliz da vida nesta quinta-feira (30). Em São Raimundo Nonato e em Coronel José Dias, no Piauí, ele vai andar colado no presidente Jair Bolsonaro (Sem partido). O presidente cumpre agenda nos dois municípios piauienses.

Novo aliado do Planalto, Ciro disse esta semana que Bolsonaro tem sido um parceiro dele e do Piauí. A parceria acontece depois de Ciro ter apoiado a campanha de Fernando Haddad (PT) e dito, antes das eleições de 2018, que Bolsonaro era um fascista que não lhe atraía.

Bastou o tal “fascista” chegar ao poder para Ciro sentir uma atração danada por ele. 

Na agenda desta quinta-feira, Ciro será o único senador do Piauí a estar junto. Elmano Férrer (Podemos), aliado de Bolsonaro, não vai por ser do grupo de risco da Covid-19. Marcelo Castro (MDB) foi convidado, agradeceu o convite, mas também não vai temendo a pandemia. O governador Wellington Dias (PT) não recebeu convite e também não vai. 

Por lá só vai estar Ciro e aliados, a maioria do seu partido. O chefe do Centrão está radiante com a atração que agora sente pelo presidente, afinal, Bolsonaro agora é parceiro e lhe atrai.

Veja entrevista em que Ciro chamou Bolsonaro de fascista.

Comente!

ANTERIOR

FIRMINO DISPARA: “É CHORO DE UM GOVERNO QUE APANHA DE NORTE A SUL”

PRÓXIMA

WELLINGTON REFORÇA PROMESSA DE QUASE 900 OBRAS ATÉ 2022