Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
NA CÂMARA
CELEBRAÇÃO EVENTOS NÃO COMPARECE À AUDIÊNCIA

MEMBROS DA EMPRESA APENAS ENVIARAM UM E-MAIL COM ALEGAÇÕES SOBRE O NÃO COMPARECIMENTO; VEREADOR FALA EM MÁ FÉ E CALOTE

14/12/2018 13:05 - Atualizado em 14/12/2018 13:30

Vereador criticou ausência da empresa (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Nenhum representante da Celebração Eventos apareceu na audiência pública realizada pela Câmara Municipal de Teresina nesta sexta-feira (14) para discutir o pedido de falência da empresa. A audiência foi proposta pelo vereador Joaquim do Arroz (PRP). Milhares de estudantes se dizem prejudicados com o pedido de falência da empresa após terem pago pela realização de festas de formatura que seriam organizadas pela Celebração Eventos.

Dezenas de estudantes, advogados de turma e até um vereador do município de Demerval Lobão compareceram, mas a empresa apenas mandou um e-mail com alegações para justificar o não comparecimento de nenhum representante. O vereador Joaquim do Arroz disse que a empresa tentou esvaziar a audiência e lamentou a situação.

"A empresa Celebração Eventos tentou esvaziar a audiência com sua ausência, mandando apenas um e-mail muito chulo, até deselegante. A nossa ideia era trazer a empresa para um diálogo, para um consenso com as turmas, não para colocar faca no pescoço de ninguém. Mas com essa atitude ela está mostrando que está de má fé. Mas a gente vai estar com a Celebração Eventos no dia 11 de janeiro no Procon, junto com os jovens. Teve alguns jovens aqui que choraram na audiência, uma tristeza muito grande", relatou o parlamentar.

Parlamentar foi o propositor da audiência (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Joaquim informou que a Câmara vai encaminhar um documento para a Prefeitura de Teresina pedindo ao Executivo que não conceda mais nenhum alvará para os sócios da empresa, tornando-a inidônea junto com seus sócios. "É o que a gente pode fazer. A priori, a gente estava com um trabalho de querer somar, ajudar a conciliar e achar uma solução. Mas eles mostraram que não querem solução e sim dar o calote em 108 turmas de formandos em Teresina. Nós não podemos nos furtar de intervir numa calamidade dessas", encerrou.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
NÃO SERIA BOM!
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
ELMANO NÃO QUER RENAN CALHEIROS
VEREADORES
CASAL NO PARLAMENTO
CASAL NO PARLAMENTO
CRÍTICA
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
FÁBIO SÉRVIO CHAMA WELLINGTON DE “CARA DE PAU”
OPINIÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO
QUANDO A CONTRADIÇÃO ENFRAQUECE A RENOVAÇÃO