Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
TEMA IMPORTANTE
CÂMARA DISCUTE DESBUROCRATIZAÇÃO NA ABERTURA DE EMPRESAS

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTIU FORMAS DE FACILITAR A VIDA DOS CIDADÃOS QUE QUEREM ABRIR O PRÓPRIO NEGÓCIO NA CAPITAL

10/04/2018 22:01 - Atualizado em 11/04/2018 00:32

Venâncio Cardoso foi o propositor da audiência (Foto: Divulgação/Assessoria)

A Câmara Municipal de Teresina realizou nesta terça-feira (10) uma audiência pública para discutir a desburocratização do processo de criação de empresas no município de Teresina. O debate foi proposto pelo vereador Venâncio Cardoso (Progressistas). Para o parlamentar, é preciso facilitar a vida do cidadão que quer empreender.

“A ideia é escutar os diversos órgãos e entes envolvidos no processo de abertura da empresa, ouvindo a parte principal que é o cidadão que quer empreender e deixar de ser carteira assinada, bem como a população em geral. Quanto menos burocracia para abertura de empresa, consequentemente maiores serão as oportunidades de geração de empregos. A burocracia ainda é o maior entrave para a abertura de empresas”, falou.

O parlamentar aponta que a pessoa que deseja empreender passa um longo e cansativo processo até finalizar o processo de abertura do próprio negócio.

Entre os segmentos que participaram da audiência estavam contadores. Eles reclamaram que um dos principais problemas é justamente a questão do tempo. Os profissionais argumentam que a demora leva muitos empreendedores a acreditarem que o processo não caminha de forma rápida por incompetência do contador, prejudicando a imagem deles enquanto profissionais.

Contadores e representantes das SDUs participaram da audiência (Foto: Vítor Sousa)

Após o debate, o vereador Venâncio propôs dois encaminhamentos. O primeiro deles é criação de um grupo de trabalho para montar uma proposta concreta com todas as reivindicações e sugestões e levar o documento ao poder público municipal. Esse grupo deve se reunir toda semana para que no prazo máximo de um mês seja concluído o documento e oficializadas as sugestões junto ao Executivo Municipal.

Outro encaminhamento foi estudar a viabilidade jurídica do contador ter a capacidade de reconhecer a autenticidade de documentos no âmbito do poder municipal. “Teresina tem uma lei de minha autoria que dá ao advogado poderes de autenticar cópias reprográficas de documentos. Acho justo estudar a viabilidade jurídica disso para os contadores também”, falou o parlamentar.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
INCOMODADO
W. DIAS PROMETE COMBATER LÍDERES DA OPOSIÇÃO
W. DIAS PROMETE COMBATER LÍDERES DA OPOSIÇÃO
EMPRÉSTIMO
WELLINGTON TENTA CONSERTAR FALA DE REJANE
WELLINGTON TENTA CONSERTAR FALA DE REJANE
TUCANOS
ELES SEGUEM AFASTADOS
ELES SEGUEM AFASTADOS
HOMENS DE FARDA
COMANDANTE DA PM ENALTECE PRÉ-CANDIDATURA DO CORONEL WAGNER TORRES
COMANDANTE DA PM ENALTECE PRÉ-CANDIDATURA DO CORONEL WAGNER TORRES