Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
FILIAÇÃO
CAIO BUCAR ANALISA CONVITE DO PATRIOTA

PARLAMENTAR AFIRMA QUE POSSIBILIDADE DE SE FILIAR AO PARTIDO É GRANDE E LEMBRA QUE A LEGENDA PODE TER A MAIOR BANCADA DA CÂMARA

19/12/2018 18:27 - Atualizado em 19/12/2018 18:36

Caio Bucar é cortejado pelo Patriota (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O vereador Caio Bucar (PRTB) é mais um parlamentar municipal que recebeu convite para se filiar ao Patriota. A legenda pode se tornar a maior da Câmara Municipal de Teresina com a fusão do PRP. Apontado como um dos parlamentares mais conceituados da casa, Caio Bucar será uma das principais adesões do Patriota, caso a filiação aconteça.

Em entrevista à imprensa nesta quarta-feira (19), o vereador revelou detalhes do convite e disse que existe uma grande possibilidade dele ser aceito. A expectativa do Patriota ter uma das maiores bancadas do parlamento municipal é vista com bons olhos pelo político.

"Nos foi feito o convite e assim que tiver uma oportunidade, uma janela, nós vamos conversar, aprimorar e ouvir nossas bases. É um excelente partido, um excelente caminho. Já conta hoje com cinco vereadores [considerando os do PRP que vão se fundir] e pode se tornar a maior bancada desta casa", falou o vereador.

Caio já tem adiantado que não vai permanecer no PRTB, partido que não superou a cláusula de barreira nas eleições deste ano, mas que não vai se fundir com nenhuma outra sigla. Diante disso, ele aponta que a ida para o Patriota tem tudo para virar realidade. "Temos que ouvir nossos amigos, mas é uma possibilidade grande, muito real", concluiu.

Comentários (0)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Nome:
mensagem:
Notícias relacionadas
OPOSIÇÃO?
LUCY SOBE O TOM CONTRA O GOVERNO
LUCY SOBE O TOM CONTRA O GOVERNO
REFORMA
OS SUPERVISORES FICAM!
OS SUPERVISORES FICAM!
COMISSÃO
OPOSIÇÃO DERROTA GOVERNO E FICA COM COMISSÃO
OPOSIÇÃO DERROTA GOVERNO E FICA COM COMISSÃO
INSATISFAÇÃO
BRIGA POR VOTO E CONTRACHEQUE DA FMS
BRIGA POR VOTO E CONTRACHEQUE DA FMS