Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
BANDIDAGEM E PISTOLAGEM

DURANTE AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA MUNICIPAL DE TERESINA, SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO LEVANTA O TOM CONTRA ACUSAÇÕES DE ADVERSÁRIOS

19/06/2019 14:10 - Atualizado em 19/06/2019 14:25

Kléber Montezuma subiu o tom na Câmara (Foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

O secretário de Educação do município de Teresina, Kleber Montezuma, compareceu nesta quarta-feira (19) a uma audiência pública na Câmara Municipal da capital. Um dos assuntos da reunião foi a denúncia de supostos desvios no uso de recursos de precatórios do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef). Alguns outdoors relacionados ao tema foram colocados na cidade.

Na audiência, Montezuma fez uma fala dura, se defendeu das críticas e acusou adversários de fazerem denúncias sem mostrar à população a realidade dos fatos, apenas para causar o mal. O gestor da educação classificou a atitude como bandidagem e pistolagem.

"Quando os saqueadores da honra alheia não dizem isso [se referindo à cessão de crédito homologada pela Justiça], é porque eles querem o achincalhe, trucidar moralmente as pessoas. Eles sabem, mas agem como se não soubessem. Apostam na ignorância do público e jogam ao vento. Isso não é fazer oposição, isso é bandidagem, é ser pistoleiro contra a honra alheia. É pistolagem contra a honra. Fazer oposição é democrático, mas tem que ser honesto no debate e não ficar levantando suspeições contra a honra das pessoas", falou.

Montezuma disse ainda que o rombo que a oposição e um veículo de comunicação [não citou o nome] publicam só existe "na indecência desses pistoleiros". Por diversas vezes durante a audiência, o secretário bateu na mesa e disse que quem não rouba não tem medo.

ANTERIOR

MORRE O DEPUTADO FEDERAL ASSIS CARVALHO

PRÓXIMA

GRUPO DE GIL CARLOS DEFINE CANDIDATO EM SÃO JOÃO PIAUÍ