Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
AGENTES ENTRARAM POR TRÊS LUGARES DIFERENTES

HOMENS DA POLÍCIA FEDERAL VOLTARAM A BATER AS PORTAS DO SENADOR CIRO NOGUEIRA; ELE NÃO ESTAVA EM CASA NA CAPITAL DO PIAUÍ

22/02/2019 11:47 - Atualizado em 22/02/2019 14:21

Momento em que delegado da PF pula muro (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Os policiais federais não conseguiram fácil acesso ao interior da casa do senador Ciro Nogueira em Teresina. Em uma das entradas, tiveram que arrombar o portão. Numa das laterais, precisaram pular o muro. O político é alvo da operação Compensação, um desdobramento da Lava Jato que apura supostos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

A equipe de agentes saiu da sede da Superintendência da Polícia Federal às 5h45. A mansão do senador na capital piauiense fica a poucos metros da casa dele. A reportagem do Política Dinâmica flagrou com exclusividade os primeiros momentos da operação.

Agentes da PF entraram na casa do senador (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

Os policiais entraram na mansão de Ciro por três lugares diferentes: pelo portão principal localizado na rua Desembargador João Pereira, pelo portão na avenida João XXIII e pelo muro na lateral da casa. O repórter fotográfico Jailson Soares, do Política Dinâmica, flagrou todos os momentos. Ninguém da família estava na casa.

Somente em Teresina, aproximadamente seis viaturas, caracterizadas e descaracterizadas, da Polícia Federal cumpriram mandatos de busca na casa do senador, na imobiliária de sua família, a CN Imóveis, e em sua loja de motos, a CN Motos. Além das buscas na capital piauiense, também estão sendo visitados imóveis em Brasília (DF) e São Paulo (SP). 

Agentes da PF dentro da mansão de Ciro (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

No total, são 7 mandados de busca e apreensão, além de intimações para fins de depoimentos dos envolvidos. A operação é decorrente de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF). A ação foi autorizada pela ministra Rosa Weber, do STF. A Polícia Federal investiga supostos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro.

Policiais cumpriram mandados de busca (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

CIRO SE DEFENDE POR MEIO DE NOTA
Em relação às diligências realizadas pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (22) em endereços ligados a Ciro Nogueira, o senador afirma que não vê razões que justifiquem a ação, uma vez que sempre esteve à disposição para colaborar com as investigações. Ciro Nogueira defende o rápido esclarecimento dos fatos, que, mais uma vez, irá comprovar a improcedência das acusações.

DEFESA DE CIRO SE MANIFESTA
A Defesa do Senador Ciro Nogueira vem denunciar, mais uma vez, o direito penal do espetáculo. O que está sendo apreendido nesta busca e apreensão é o que foi recentemente restituído pelo Supremo Tribunal em virtude de outra operação que não resultou em Ação Penal , o Supremo rejeitou a Denúncia,pois baseada tão somente na palavra de outro delator. Tal constrangimento poderia ser evitado com a simples intimação do Senador para prestar esclarecimento pois , é evidente, este sempre se colocou à disposição do Poder Judiciário.

Assinado: Antônio Carlos de Almeida Castro, Kakay

SAIBA MAIS NOS LINKS ABAIXO
Exclusivo: PF arromba portão da casa de Ciro
Operação é desdobramento da Lava Jato

ANTERIOR

NOVO PRESIDENTE DO PT VAI SER UM DEPUTADO ESTADUAL

PRÓXIMA

PROCURADOR MENCIONA OPERAÇÃO TOPIQUE