Coluna Gustavo Almeida Política Dinâmica
A MARCA DA MALANDRAGEM

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO VAI APERTAR A FISCALIZAÇÃO CONTRA PREFEITURAS QUE NÃO CUMPREM CARGA HORÁRIA NO ANO LETIVO

18/01/2020 12:09 - Atualizado em 18/01/2020 12:25

Auditorias feitas em 2019 mostraram falhas (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) decidiu intensificar, de agora em diante, a fiscalização para evitar que prefeituras deixem de cumprir a carga horária anual de 800 horas no ano letivo. Em auditoria realizada no final do ano passado, o TCE "descobriu" que muitas prefeituras no Piauí não fazem o total de horas exigido por lei.

O que o TCE-PI descobriu muita gente que vive nos municípios já sabia. No interior do Piauí, vários prefeitos irresponsáveis não cumprem a carga horária. Alguns municípios não chegam sequer a 700 horas e as vezes as aulas começam do fim de março para abril. Para isso, inventam tudo o quanto é de desculpa esfarrapada que só ingênuos e babões aceitam.

Alegam que o período chuvoso atrapalhou o início das aulas, dizem que estradas estão ruins por causa das chuvas e o transporte escolar não pode rodar, enfim. São as típicas desculpas de gestor público que não quer iniciar as aulas para diminuir os gastos com merenda, material de consumo, combustível dos carros do transporte escolar e por aí vai.

É a marca da malandragem!

Notícias relacionadas
NÃO COLOU
NÃO COLOU
EMPRESÁRIOS FAZEM MANIFESTAÇÃO PELA REABERTURA DO COMÉRCIO
EMPRESÁRIOS FAZEM MANIFESTAÇÃO PELA REABERTURA DO COMÉRCIO
"LIBERDADE DE IMPRENSA NÃO É CONSTRUÍDA POR ROBÔS"
PREFEITO DECRETA LOCKDOWN EM CIDADE DO PIAUÍ
PREFEITO DECRETA LOCKDOWN EM CIDADE DO PIAUÍ