TV DINÂMICA NO KARNAK

NOVO PROGRAMA DO POLÍTICA DINÂMICA FOI ATÉ A SEDE DO GOVERNO DO ESTADO PARA FALAR AO VIVO SOBRE OPERAÇÃO TOPIQUE, SUPERFATURAMENTO E PECULATO NA GESTÃO DE WELLINGTON DIAS

20/08/2019 21:14 - Atualizado em 20/08/2019 21:54

Coragem: Política Dinâmica vai ao Palácio de Karnak e fala sobre as investigações que rondam o governo de Wellington Dias (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Não interessa se o atual Governo do Estado não gosta de imprensa livre. O que interessa é que o Política Dinâmica é livre. E pra mostrar isso, lançou nesta terça-feira (20) a TV Dinâmica, um programa ao vivo, que vai ao ar todas as terças-feiras de agora em diante.

E a primeira edição foi exatamente dentro do Palácio de Karnak, sede do governo. Na mesa de cerimônias onde o governador Wellington Dias costuma assinar ordens de serviço de obras que ou não começam ou não terminam — e em meio aos espectros dos comissionados fantasmas — foi montada a estrutura de transmissão. E os jornalistas Marcos Melo e Gustavo Almeida abordaram assuntos que não se vê nas manchetes dos "veículos tradicionais".

Jornalismo não se intimida com censura: Marcos Melo e Gustavo Almeida transmitiram ao vivo direto do salão principal do Palácio de Karnak (foto: Jailson Soares | PoliticaDinamica.com)

Com participação popular pelas redes sociais e com possibilidade de acontecer em qualquer lugar, a TV Dinâmica surge como uma alternativa ao silêncio bancado pelo Estado.

O programa também fica disponível nas redes sociais após o encerramento da transmissão ao vivo.

Veja o programa completo:


Nesta edição:

:: MPPI aponta superfaturamento de R$ 100 milhões em obras pagas com empréstimo na gestão de Wellington Dias.

:: Operação Topique: prefeito Ribinha fala de seu relacionamento com ex-prefeito Paulo Martins e diz que Polícia Federal entendeu errado quando ele pagou transporte escolar com nota fiscal de buffet.

:: Mais Operação Topique: a confusão já está na família da primeira dama Rejane Dias (PT).

:: Peculato: promotor Fernando Santos aponta desvio de finalidade em recursos de consignados e planos de saúde que Governo do Estado descontou de servidores e responsabiliza secretário Rafael Fonteles.

Veja. Curta. Inscreva-se. Compartilhe!

Notícias relacionadas
"ACHO QUE ELE ESTÁ ME DISPENSANDO"
JUÍZA NÃO ACEITA RELATÓRIO E QUER EXAMES DE BOLSONARO
JUÍZA NÃO ACEITA RELATÓRIO E QUER EXAMES DE BOLSONARO
ANDRÉ MENDONÇA É O NOVO MINISTRO DA JUSTIÇA
ANDRÉ MENDONÇA É O NOVO MINISTRO DA JUSTIÇA
SÉRGIO MORO DEIXA O GOVERNO
SÉRGIO MORO DEIXA O GOVERNO